Deputadas acionam Comissão de Cultura para promover diligência na Fundação Palmares

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Reprodução Fundação Palmares

As parlamentares da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara Benedita da Silva (PT-RJ) e Erika Kokay (PT-DF) solicitaram à Comissão de Cultura, na terça-feira (8), que seja realizada uma diligência na Fundação Palmares a fim de averiguar a preservação e conservação de acervo histórico. Ao mesmo tempo, as deputadas requerem à Comissão para que aprove uma moção de repúdio ao presidente da instituição, Sérgio Camargo.

Na primeira ação, elas apontam que as condições estruturais da nova sede apresentam “infiltrações e avarias as mais diversas”. E que “todo o acervo documental museológico, documental e arquivístico está encaixotado – correndo grave risco de deterioração pela forma criminosa com que é tratado pela direção do órgão”.

Moção

Já a moção de repúdio é motivada por ofensas e ataques protagonizadas pelo presidente da Fundação Palmares contra membros da comissão e ao Congresso Nacional. Ao se recusar a comparecer à audiência pública promovida pela Comissão de Cultura, na última segunda-feira (7), Sérgio Camargo usou a sua conta no Twitter para fazer os ataques.
“Não me sento à mesa para dialogar com pretos racistas!”, escreveu Camargo.

A audiência coordenada pela deputada Benedita da Silva abordaria a crise institucional da fundação. “Crise institucional = cortei a mamata da negrada vitimista e artistas queridinhos da militância”, continuou o texto de Camargo no Twitter.

Benildes Rodrigues com informações de Agências

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Postagens recentes

CADASTRE-SE PARA RECEBER MAIS INFORMAÇÕES DO PT NA CÂMARA

Veja Também