Home Portal Notícias Câmara pode votar nesta quinta projeto que libera vagas em hospitais militares para pacientes com Covid

Câmara pode votar nesta quinta projeto que libera vagas em hospitais militares para pacientes com Covid

3 min read
0

A Câmara dos Deputados pode votar nesta quinta-feira (6), o projeto de lei (PL 2842/20), que prevê a destinação dos leitos vagos de UTIs em hospitais militares para uso do Sistema Único de Saúde (SUS), por pacientes com Covid-19. O projeto é de autoria do deputado federal Helder Salomão (PT-ES) e da deputada Maria do Rosário (PT-RS).

Atualmente, 85% do leitos dos hospitais militares estão vagos.

Deputado Helder Salomão. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Hoje, pelo estatuto dos militares, os hospitais são para uso exclusivo de militares e seus dependentes, não sendo autorizada a utilização por civis.

Diante da situação de pandemia que o Brasil enfrenta, os hospitais militares estarem com vagas ociosas reservadas para militares e suas famílias é uma “incoerência”, alerta o autor do projeto.

Tendo em vista que os hospitais militares não são integralmente custeados por recursos públicos, o projeto estabelece que os hospitais serão ressarcidos pelo percentual que não for custeado pelo Estado.

Vale lembrar que o Tribunal de Contas da União (TCU) já determinou que as Forças Armadas apresentem o número de leitos e a quantidade que se encontra ociosa.

Fortalecer o SUS

A deputada Maria do Rosário destaca a importância da aprovação de matérias como esta, que fortalece o SUS, contribuindo com o atendimento à população neste momento tão difícil de crise sanitária.

Deputada Maria do Rosário. Foto Lula Marques/Arquivo

“Não é possível fazer uma reserva de leitos, enquanto pessoas esperam sem um lugar onde possam ser tratadas! Os hospitais militares têm condições de apoiar a população. Essa é a melhor forma”, argumentou.

Ao PL está apensado o PL 457/21, apresentado pelo deputado Eduardo Bismark (PDT-CE), com o mesmo teor do projeto do deputado Helder Salomão.

 

Assessoria de Comunicação

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Paulo Pimenta, sobre o povo de volta às ruas: Se não houver impeachment, o capitão continuará matando

O que o Brasil presenciou no último sábado, 29 de Maio de 2021 – o #29M –, convocado pelos…