Home Portal Notícias Coronavirus Lula defende auxílio emergencial de R$ 600,00, geração de empregos e vacinação para todos, diz líder do PT

Lula defende auxílio emergencial de R$ 600,00, geração de empregos e vacinação para todos, diz líder do PT

4 min read
0

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiterou hoje (4) a importância de o Congresso Nacional restabelecer o auxílio emergencial de R$ 600,00 enquanto durar o período da pandemia de Covid-19. A informação foi dada pelo líder do PT na Câmara, Elvino Bohn Gass (RS), depois de ter um encontro com o ex-presidente, em Brasília.

O auxílio emergencial de R$ 600,00 é bandeira das bancadas do PT na Câmara e no Senado. As duas bancadas entendem que garantir um valor emergencial desse valor não afeta as finanças brasileiras e é vital para mais de 14 milhões de desempregados e outros 32 milhões de subempregados, num momento em que o Brasil voltou ao Mapa da Fome das Nações Unidas.

Vacina para todos

Lula, segundo Bohn Gass, assinalou também a importância de uma política mais efetiva de saúde e de enfrentamento da pandemia, que passa necessariamente pela garantia da vacinação para toda a população brasileira. Lula, expressou que o País precisa ter um projeto econômico — ao contrário do implementado pelo atual governo — que gere empregos e garanta renda, bem como proporcione crédito e apoio para as micro e pequenas empresas enfrentarem a turbulência econômica atual”, contou o líder do PT.

Segundo o parlamentar, Lula assinalou estar preocupado com o processo de privatizações em curso, que inclui a Eletrobras e os Correios. De acordo com Bohn Gass, Lula entende que a eventual privatização da ECT vai prejudicar toda a população brasileira, em razão do encarecimento dos serviços de encomendas.

“Lição rápida de sabedoria política: a luta antiprivatista vai muito além do corporativismo; o olhar de Lula sempre põe o povo e os interesses do País em primeiro lugar”, comentou Bohn Gass.

Da reunião com o ex-presidente, participaram também, entre outras pessoas, a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), os deputados José Guimarães (PT-CE) e Paulo Teixeira (PT-SP), o líder do PT no Senado, Paulo Rocha (PA), e o ex-ministro Fernando Haddad.

Reuniões políticas

Lula chegou a Brasília na segunda-feira e tem promovido encontros com políticos de diversas tendências. Na segunda-feira, 3, Lula se reuniu com o deputado federal Marcelo Freixo (PSol-RJ). Hoje, 4, recebeu, em encontros separados, o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) e o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ).

Ao longo da semana, Lula terá encontros com outros políticos e embaixadores de diferentes países acreditados no Brasil.

Redação PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro é genocida e foi a Alagoas para inaugurar obra pronta, denuncia Paulão

O deputado Paulão (PT-AL) afirmou durante pronunciamento na sessão da Câmara, nesta quinta…