Home Portal Notícias Manchetes Petistas comemoram decisão do STF de anular condenações de Lula e garantir seus direitos políticos

Petistas comemoram decisão do STF de anular condenações de Lula e garantir seus direitos políticos

19 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara comemoraram na noite desta quinta-feira (15) a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no julgamento do Supremo Tribunal Federal que anulou todas as condenações e processos movidos contra ele na 13ª Vara Federal de Curitiba, comandada pelo então juiz Sérgio Moro.

Em mensagens postadas no Twitter, os petistas afirmaram que a decisão histórica repara – em parte – a injustiça contra Lula, que ficou injustamente preso por 580 dias e ainda foi impedido de disputar as eleições para presidente da República em 2018.

Com a decisão d0 STF (8 votos a 3), Lula recupera definitivamente seus direitos políticos e pode ser candidato nas eleições do próximo ano. Votaram favoravelmente pela anulação da condenação e dos processos contra Lula os ministros Edson Fachin (relator da matéria), Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Carmem Lúcia e Luís Roberto Barroso. Votaram contra os ministros Kassio Nunes Marques, Marco Aurélio Mello e o presidente do STF, Luiz Fux.

Fim da farsa judicial

O líder da Bancada do PT na Câmara, deputado Elvino Bohn Gass (RS), declarou que “acabou a farsa” montada contra Lula. Porém, o parlamentar ressaltou a dor experimentada pelo ex-presidente nos 580 dias em que ficou encarcerado. Bohn Gass lembrou que durante o período em que ficou preso injustamente, Lula não pode velar o irmão (Genival – Vavá), teve que ir escoltado ao velório do neto (Arthur) e ainda perdeu sua companheira de vida, dona Marisa Letícia. “Tudo por conta da brutal injustiça que, só agora, se corrige. A esperança venceu!”, disse.

“Gente, vocês se dão conta de que, hoje, a mais alta corte da Justiça brasileira declarou que tudo o que a quadrilha de Curitiba fez contra o Lula, foi ilegal e injusto? E que, portanto, nunca deveria ter acontecido?”, escreveu ainda Bohn Gass.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), ressaltou que 15 de abril de 2021 é um dia histórico para o partido. No entanto, ela destacou que ainda é preciso julgar a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro em todo esse processo.

“STF confirma direitos de Lula! Dia histórico. Demorou, mas chegou! Ainda tem muita coisa a ser colocada no lugar, mas a incompetência de Moro era o passo fundamental para isso, o primeiro pedido da defesa. Obrigada a todos(as) que estiveram ao nosso lado nessa luta. Parabéns Lula!”, afirmou.

Juiz suspeito e parcial

Na próxima quinta-feira (22) o plenário do STF deve julgar novamente a suspeição de Moro no caso do ex-presidente Lula. O ex-juiz foi considerado suspeito pela Segunda Turma do STF.

Para o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), ainda que tardiamente, o STF fez justiça. “Lula foi perseguido e está livre para ser candidato. Vitória de Lula e do Povo Brasileiro”, comemorou.

Leia, abaixo, outras declarações de parlamentares petistas sobre a decisão do STF:

Paulo Teixeira (PT-SP) – “Por 8 x 3 votos, STF corrige um erro grave da justiça brasileira e devolve a condição de inocência ao presidente Lula”

Zeca Dirceu (PT-PR) – “Vitória da Justiça. Lula está livre das condenações! Que venha 2022!”.

Henrique Fontana (PT-RS) – “Por 8 a 3, STF anula de vez as condenações do ex-presidente e declara que a turma de Curitiba nunca poderia ter feito o que fez. Agora, fez-se justiça e Lula tem seus direitos políticos recuperados. Lula Livre é esperança para o povo”.

Rogério Correia (PT-MG) – “Olê, olê, olê, olá…Ele voltou! STF já tem maioria confirmada e anulou os processos contra Lula em Curitiba. Podem tentar salvar o Moro da suspeição, mas independentemente disso Lula continua elegível e favoritaço”.

Helder Salomão (PT-ES) – “2022 é logo ali! Lula presidente! Dia histórico! Finalmente a justiça começa a ser feita e o presidente Lula teve seus direitos recuperados. É Lula inocente e Lula Presidente”.

José Guimarães (PT-CE) – “Maioria do STF mantém anulação das sentenças proferidas contra o presidente Lula. Vitória da verdade, da justiça e do Estado Democrático de Direito. O STF chamou o feito a ordem e decide com base no direito e no devido processo legal.

Carlos Veras (PT-PE) – “Dia histórico! Antes de ficar 580 dias preso injustamente em Curitiba, Lula disse que esse dia chegaria. Maioria do STF (8X3) declara Moro incompetente para julgar Lula. Parabéns, Lula, sua coragem e dignidade nos inspiram. Seguimos na luta com mais esperança”.

Enio Verri (PT-PR) – “Vitória da Justiça! Ficou claro que o processo de Lula teve como objetivo único condená-lo e tirá-lo da eleição em 2018. O STF faz justiça ao anular o grande teatro que foi o processo político da Lava Jato e os desmandos de Moro, em Curitiba”.

Padre João (PT-MG) – “O STF decidiu pela maioria dos votos anular as condenações do Presidente Lula. Lula está oficialmente elegível para disputar as eleições de 2022! A justiça foi feita ainda que tardia!”.

Professora Rosa Neide (PT-MT) – “STF confirma direitos de Lula! Dia histórico. Demorou, mas chegou! Lula recupera seus direitos políticos”.

Maria do Rosário (PT-RS) – “O STF acaba de formar maioria de votos pela incompetência de Sérgio Moro nos processos contra Lula, que volta definitivamente a ficar elegível. Lula é inocente, e o Brasil todo já sabe da parcialidade de Moro para tirá-lo da disputa presidencial em 2018”.

Marilia Arraes (PT-PE) – “A decisão do STF devolve a elegibilidade ao presidente Lula. Que notícia maravilhosa para o nosso país! Hoje é um dia histórico! Um dia em que a Democracia prevaleceu! É Lula de novo!”

Beto Faro (PT-PA) – “A Justiça tarda, mas não falha. Justiça para Lula sendo feita. Maioria do STF já declarou Moro incompetente para julgar Lula”.

Joseildo Ramos (PT-BA) – “Maioria dos ministros do STF mantém suspensão dos processos contra o ex-presidente Lula e resgata seus direitos políticos!”

Juiz ladrão

Reginaldo Lopes (PT-MG) – “O Lula, se quiser, pode ser candidato em 2022. E tem todo o direito. Fez o melhor governo de nossa história e mesmo perseguido manteve sua liderança e sua influência política e eleitoral. Com a farsa finalmente desmontada, pode reunir ainda mais condições p/ fazer um bom governo!”

Natália Bonavides (PT-RN) – “O STF reconheceu o óbvio: Lula nunca deveria ter sido julgado em Curitiba. Mas por que os procuradores da Lava Jato forçaram para levar o caso até lá? Porque tinham ali um juiz ladrão: Moro. Essa é outra obviedade que o STF precisa reconhecer, declarando a suspeição do juiz ladrão!”.

Carlos Zarattini (PT-SP) – “Dia histórico no Brasil: STF faz Justiça e coloca fim em parte de uma perseguição criminosa contra Lula. Agora, ele pode, finalmente, disputar a eleição e acabar com o terror que vivemos”.

Jorge Solla (PT-BA) – “Agora é organizar a sociedade e pacificar o país. É tão bom poder sonhar e saber que esse pesadelo vai ter fim, que o Brasil tem jeito, que vamos voltar a ser felizes. A democracia brasileira, tão fragilizada, é resiliste, ainda respira e vai nos dar chance de voltar pelo voto!”.

Erika Kokay (PT-DF) – “Dia histórico. STF confirma incompetência de Moro e devolve direitos de Lula. Lutamos muito para que esse dia pudesse chegar. Nós nascemos para lutar e vamos seguir fazendo história. Agora é derrotar o fascismo, retomar a democracia e o nosso país. Lula lá!”.

Benedita da Silva (PT-RJ) – “Para o Brasil sorrir de novo! Finalmente a injustiça vem sendo corrigida e a inocência do querido presidente “.

Afonso Florence (PT-BA) – “Finalmente, STF decide que Moro não era juiz competente. É o reconhecimento de que Lula foi perseguido por Moro, e condenado ilegalmente. Ressurge a esperança no coração do povo, Lula pode ser candidato a presidente!”.

Odair Cunha (PT-MG) – “A decisão do Supremo Tribunal Federal fez JUSTIÇA, ainda que tardia, para Lula”. Agora, definitivamente e, depois de toda essa farsa, o povo brasileiro poderá fazê-lo presidente da República novamente”.

Alexandre Padilha (PT-SP) – “O dia de hoje marca um momento de esperança, luta e justiça. A Lava Jato mentiu para tirar o presidente Lula da disputa eleitoral. Mas nós não abaixamos a cabeça. Lutamos para comprovar sua inocência e hoje podemos e devemos comemorar a vitória da Democracia”.

Nilto Tatto (PT-SP) – “Maioria no STF decide pela anulação das condenações de Lula. Finalmente”.
Alencar Santana Braga (PT-SP) – “Não tem mais volta! Com mais uma vitória no STF, Lula tem os direitos políticos definitivamente recuperados”.

José Ricardo (PT-AM) – “Lula inocente. Lula livre. Lula elegível. Os processos contra Lula na Lava Jato foram anulados pelo STF. A parcialidade e a perseguição de Moro contra Lula estão sendo comprovadas. Justiça sendo feita. Ganha o povo, ganha o país”.

Valmir Assunção (PT-BA) – “Maioria do STF anulou o julgamento contra Lula protagonizado pela “turma de Curitiba”. Incompetência de Moro foi escancarada! Lula é inocente!”

Rui Falcão (PT-SP) – “A verdade venceu! Supremo Tribunal Federal recoloca o Brasil nos trilhos do Estado Democrático de Direito. Lula está oficialmente elegível”.

Marcon (PT-RS) – “Justiça feita! Vitória da democracia e do povo brasileiro!”

José Airton Cirilo (PT-CE) – “Agora, Lula goza da plenitude de seus direitos civis e políticos, é inocente e poderá, neste contexto, disputar as eleições presidenciais de 2022. Vitória da justiça!”.

Celio Moura (PT-TO) – “Finalmente – e definitivamente – Lula está livre dos criminosos de Curitiba! Após toda injustiça cometida, Supremo Tribunal Federal reconhece incompetência do juízo”.

João Daniel (PT-SE) – “Mais uma vitória para nos encher de esperança e força para reconstruir esse país. Hoje, o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as condenações do presidente Lula diante da farsa da lava jato pelo placar de 8×3”.

Frei Anastácio (PT-PB) – “O STF fez história formando maioria para manter as anulações das condenações de Lula pela Lava Jato. Isso mostra que a república de Curitiba não passa de uma organização criminosa, que usou a justiça para cometer injustiças”.

Leonardo Monteiro (PT-MG) – “Uma nova história começa a ser construída no Brasil. Depois de anos de uma sórdida perseguição política, uma prisão arbitrária e injusta, o STF decidiu por anular as condenações do ex-presidente. Justiça não só para Lula, mas esperança ao povo brasileiro!”.

Héber Carvalho

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

“Privatizar os Correios é uma ameaça à integração nacional”, alerta Zé Neto

O deputado federal Zé Neto (PT-BA) falou contra as privatizações que o governo federal pla…