Home Portal Notícias Coronavirus Fontana defende CPI para investigar crimes de Bolsonaro durante a pandemia

Fontana defende CPI para investigar crimes de Bolsonaro durante a pandemia

3 min read
1

“Em boa hora o Senado vai instalar uma CPI para investigar e responsabilizar os culpados pela trágica gestão da pandemia no Brasil”, afirmou o deputado federal Henrique Fontana (PT-RS), durante sessão virtual dessa terça-feira (13). O parlamentar afirmou que a gestão da pandemia no País é considerada uma das piores no mundo e que “não é casualidade nem fruto do azar o fato de o Brasil ser o atual epicentro da pandemia e registrar cerca de um terço das mortes diárias que ocorrem em todo o planeta”.

Para Fontana, o presidente Jair Bolsonaro, por suas omissões e desmandos, é o grande responsável pela desestruturação do combate à Covid-19. Desde o início da pandemia, ele boicota os mecanismos para prevenir a expansão do coronavírus, incentiva aglomerações, desincentiva o uso de máscaras e, ainda, estimula condutas irresponsáveis e desorienta a população.

País mais atrasado

“No Brasil, temos cloroquina para colocar no lixo, mas faltam vacinas! A CPI vai investigar por que somos o 75º país mais atrasado no mundo em número de vacinas aplicadas para cada 100 habitantes”, disse Fontana, lembrando que Bolsonaro se negou a negociar a compra de imunizantes ainda em 2020. Por isso, o Brasil deixou de ter 116 milhões de doses que poderiam estar aplicadas e protegendo a vida dos brasileiros: 70 milhões de doses da vacina da Pfizer, recusadas em agosto; e 46 milhões de doses da Coronavac, canceladas em outubro.

“Foram muitos crimes cometidos pelo governo brasileiro durante a pandemia e a CPI deverá mostrar esses erros e irregularidades e responsabilizar os culpados”, concluiu.

Assessoria de Comunicação

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Na CLP, trabalhadoras e trabalhadores da cultura relatam a situação do setor na pandemia

A apresentação foi feita na Comissão de Legislação Participativa (CLP), presidida pelo dep…