Home Portal Notícias Coronavirus Pedro Uczai desmonta mentira de Bolsonaro sobre Chapecó: cidade tem 100% das UTIs lotadas por pacientes com Covid-19

Pedro Uczai desmonta mentira de Bolsonaro sobre Chapecó: cidade tem 100% das UTIs lotadas por pacientes com Covid-19

7 min read
0

O deputado federal Pedro Uczai (PT-SC) desmentiu hoje (7), com números, a mentira disseminada pelo presidente de extrema direita Jair Bolsonaro de que a cidade catarinense de Chapecó é exemplo no combate à Covid-19. A cidade, visitada nesta quarta-feira pelo capitão-presidente, para propagandear mais uma vez medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19, como a ivermectina e a cloroquina, tem 100% das UTIs lotadas no SUS e rede privada com vítimas de Covid-19.

“A taxa de mortalidade por 100 mil habitantes da doença no município é de 238,8. O índice é maior do que a média nacional, atualmente em 158,3, e estadual, com média de 158,1, segundo dados do Ministério da Saúde”, denunciou Uczai pelo Twitter.

Colapso na saúde

A cidade enfrentou colapso na área de saúde em fevereiro, precisou transferir pacientes, adotar restrições de circulação e ampliar o número de leitos. Chapecó tem 537 mortos pela pandemia, sendo que mais de 410 foram registrados neste ano. Mas o prefeito bolsonarista da cidade, João Rodrigues (PSD), esconde os números.

“Entre março e dezembro de 2020 foram 123 mortes por Covid-19 em Chapecó. De janeiro até 7 de Abril de 2021 saltamos para 544 óbitos. Em 97 dias, de governo João Rodrigues morreram 421 pessoas. Em 2020, falecia uma pessoa a cada dois dias. Em 2021, são, em média, 4,3 óbitos/dia”, assinalou Uczai.

Uczai criticou a dispendiosa viagem de Bolsonaro e comitiva a Chapecó, para comemorar, na verdade, uma mentira. “Não trouxe recursos para nossos hospitais, nada de vacina ou apoio aos agricultores, não anunciou nenhuma nova obra ou recursos para manutenção e conservação das rodovias federais. Gastou milhões para vir a Santa Catarina fazer o quê?”, indagou o parlamentar petista.

Negacionismo e preconceito

“Resumo da visita de Bolsonaro a Chapecó: custo de deslocamento enorme; não trouxe nenhum centavo pra cidade ou pra SC; reafirmou seu negacionismo com tratamento precoce da Covid-19; agrediu quem acredita na ciência; espalhou umas três ou quatro fake news; e foi embora. Pronto, acabou!”, comentou Pedro Uczai.

O deputado criticou Bolsonaro por, na passagem por Chapecó, voltar a falar barbaridades, como citação equivocada e preconceituosa sobre o modo como é transmitido o vírus da Aids, além de ter se mostrado “surpreso” por ser o líder mundial mais criticado no mundo pelo combate errático à pandemia de novo coronavírus. “Além de sonso, cínico”, alfinetou Uczai.

Genocídio

O deputado do PT observou ainda que o Brasil registrou 27% das mortes em decorrência da Covid-19 no mundo nas últimas 24 horas. “Essa lamentável marca é fruto da política da morte de Bolsonaro que nega a gravidade da pandemia e, ao mesmo tempo, estimula o uso de medicamentos sem eficácia contra a doença”, disse.

Para se ter uma ideia da gravidade, 86 municípios de Santa Catarina têm menos de 4.211 pessoas, número de mortes registradas por Covid entre segunda e terça-feira. Uczai frisou que é como se toda a população de cidades como Dona Emma, com 4.186 habitantes, e Passos Maia, com 4.109 habitantes, morresse ao mesmo tempo.

“Enquanto pessoas morrem esperando por atendimento ou mesmo em UTIs ou leitos de enfermaria, a vacinação não avança na velocidade necessária para preservar as vidas. No Brasil, só 9,85% da população foi vacina com a primeira dose e apenas 2,78% com a segunda dose.

Bolsonaro disse que visitou Chapecó pelo “trabalho excepcional” contra a pandemia e deu “liberdade” a médicos para prescreverem o “tratamento precoce”, ou seja, medicamentos sem eficácia para a covid-19, como a hidroxicloroquina. Os dados mostrados por Uczai confirmam mais uma mentira de Bolsonaro espalhada por sua máquina de propaganda.

No município catarinense, os casos ativos da doença caíram em março 61% após 14 dias de lockdown, medida restritiva criticada por Bolsonaro e seus seguidores negacionistas.

PT na Câmara, com agências

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT defende CPI da Covid na Câmara para apurar omissão e responsabilizar Bolsonaro por genocídio

O líder do PT na Câmara, Elvino Bohn Gass (RS), defendeu hoje (13) a criação de uma Comiss…