Home Portal Notícias Conselho de Ética aprova relatório de Rosa Neide e admite denúncia contra Daniel Silveira por quebra de decoro

Conselho de Ética aprova relatório de Rosa Neide e admite denúncia contra Daniel Silveira por quebra de decoro

3 min read
0

Por 11 votos favoráveis, 2 contrários e nenhuma abstenção, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou nessa segunda-feira (22), relatório da deputada federal Professora Rosa Neide (PT-MT) com parecer pela admissibilidade de Representação por quebra de decoro, contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ).

Rosa Neide proferiu voto pela admissibilidade da Representação 8/2021 apresentada pelo PSB, Rede e PSOL. A denúncia refere-se a um vídeo postado pelo deputado nas redes sociais, em 2019, com ameaças a manifestantes contrários ao governo Jair Bolsonaro (Sem partido), identificados como antifascistas.

No vídeo postado em seu perfil no Twitter, Silveira usa diversos palavrões para se referir aos manifestantes antifascistas. O parlamentar diz que há muitos policiais armados participando de atos em defesa do governo, e diz torcer para que um dos opositores tome um tiro “no meio da caixa do peito”.

Em seu voto, Rosa Neide destacou que a representação “esta abastecida de elementos mínimos de justa causa que permite a investigação. Dentro de um juízo de ponderação e razoabilidade a conduta do representando se mostra inconciliável com a conduta parlamentar”, disse.

Professora Rosa Neide reforçou que o relatório se ateve na conduta do representado narrada na Representação. “O relatório é pela admissibilidade. No decorrer da investigação o deputado poderá apresentar sua defesa e demonstrar que a sua conduta não incorreu contra o decoro, o Parlamento e a Constituição”, disse.

Após a leitura do voto da relatora, Daniel Silveira e seu advogado, Jean Kleber, se posicionaram contra a aceitação da representação. Em seguida, o presidente do Conselho, deputado Jucelino Filho (DEM-MA) abriu a palavra aos parlamentares.

A deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS) e o deputado Paulo Guedes (PT-MG) apoiaram o relatório da deputada Rosa Neide e a deputada Alê Silva (PSL-MG) pediu que o Conselho não acatasse a denúncia contra Silveira.

Foto: Divulgação

Com a aprovação da admissibilidade, o deputado passa a responder no Conselho de Ética por quebra de decoro parlamentar.

Assessoria de Comunicação

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Ministério da Justiça, Funai e PF terão que explicar perseguição a líderes indígenas em audiências na Câmara

As comissões de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) e de …