Home Portal Notícias Zé Carlos defende convocação de ministro para explicar demissões e fechamento de agências do BB

Zé Carlos defende convocação de ministro para explicar demissões e fechamento de agências do BB

4 min read
0

Promovida pelo Sindicato dos Bancários de Brasília e sob a coordenação do deputado federal Zé Carlos (PT-MA), que preside a Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos, ocorreu nesta terça-feira (19), de forma remota, uma reunião da Frente Ampla em Defesa do Banco do Brasil e contra a reestruturação que, recentemente, foi proposta pela presidência da instituição e pelo governo federal.

Na semana passada, o Banco do Brasil anunciou a abertura do Plano de Demissão Voluntária (PDV) para cinco mil trabalhadores e trabalhadoras e o fechamento de 361 unidades em todo o País.

Conforme as entidades participantes da reunião, não faltam argumentos para demonstrar que essas medidas anunciadas pelo governo federal são totalmente injustificáveis. De acordo com representantes das entidades, o BB não é um banco deficitário, pois apresenta resultados positivos, com lucros todos os anos, além de possuir mais de 70 milhões de clientes e ser o maior financiador da agricultura brasileira, tanto no âmbito do agronegócio quanto da agricultura familiar. O banco é responsável por 63% do crédito rural do País e responde por 21% do crédito consignado.

Privatização

Tanto para as entidades quanto para os parlamentares, o fechamento das unidades do banco e a demissão dos cinco mil funcionários são medidas iniciais em direção à total privatização do BB, com péssimas consequências para o povo brasileiro e reflexos no êxodo rural e na carestia dos alimentos.

”É fundamental a convocação do ministro Paulo Guedes (Economia) e do presidente do Banco do Brasil para que, na Câmara dos Deputados, nos expliquem como é possível que medidas como essas, de fechamento de agências e demissões de funcionários, podem ser por eles consideradas como medidas de fortalecimento do banco”, criticou o deputado Zé Carlos.

Como encaminhamento da reunião, ficou acordado que as frentes e as entidades representativas dos trabalhadores irão atuar em conjunto para mostrar para a sociedade brasileira as consequências negativas da privatização do Banco do Brasil.

Participaram da reunião entidades representativas de funcionários do Banco do Brasil, as Frentes que atuam em defesa dos bancos públicos, e além do deputado Zé Carlos, a deputada Erika Kokay (PT-DF), o senador Jaques Wagner (PT-BA) e o deputado Pompeu de Matos (PDT-RS).

Veja a íntegra da live:

https://www.facebook.com/ptnacamara/videos/452416615789198

 

Assessoria de Comunicação

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Nota da defesa sobre anulação dos processos de Moro contra Lula

Nota de Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins sobre a decisão do Ministro Eds…