Home Portal Notícias Coronavirus Rogério Correia solicita ao ministro da Educação adiamento do Enem

Rogério Correia solicita ao ministro da Educação adiamento do Enem

3 min read
0

O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) enviou hoje ofício pela Câmara dos Deputados ao Ministério da Educação. Ele solicita o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no País, até o momento marcado para o fim deste mês e início do próximo (provas impressas e digitais).

No documento, Rogério Correia faz uma série de considerações para justificar a solicitação. Ele lembra as mortes pela Covid, que voltaram a crescer exponencialmente no País este ano, a alta taxa de transmissão (preocupante sobretudo em situações de provável aglomeração de pessoas, como é o caso do Enem), a falta de definição de uma política de vacinação da população, além da precária situação dos leitos hospitalares atualmente, alguns deles próximos ou até já dentro do limite tolerável para atendimento público.

“Cabe lembrar também que persistir na data atualmente fixada levará ao acréscimo da mortalidade pela Covid e ao aumento das desigualdades que penalizam os mais pobres, que têm menos condições de transporte individual e de acesso a equipamentos de saúde.”

Rogério Correia encerra o ofício enviado ao Ministério da Educação em forma de apelo e alerta:

Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

“Recorro respeitosamente à Vossa Excelência para solicitar a reconsideração da aplicação do Enem em 17 e 24 de janeiro, atendendo assim o pleito dos estudantes, pais, profissionais e diversas entidades representativas. Bem porque as consequências da realização poderão ser desastrosas do ponto de vista da saúde pública e serão de responsabilidade do governo federal.”

Leia aqui a íntegra do ofício.

Of.01_2021_Dep_Rogério_Correia_ao_MEC

Assessoria de Comunicação

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Áudio de Dallagnol comprova armação contra Lula no caso do sítio; ouça

Procurador da Lava-Jato pressionou juíza Gabriela Hardt a condenar Lula às pressas. Juíza …