Home Portal Notícias Coronavirus Petistas defendem que Congresso promova campanha de conscientização sobre a vacina contra a Covid-19

Petistas defendem que Congresso promova campanha de conscientização sobre a vacina contra a Covid-19

7 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara dos Deputados e no Senado Federal protocolaram nesta quinta-feira (14) ofício endereçado aos presidentes do Congresso Nacional e do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), e ao presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), pedindo que o parlamento promova uma campanha publicitária de utilidade pública, em caráter nacional, sobre a vacinação contra a Covid-19. O documento é assinado pela presidenta nacional do PT e vice-líder do partido na Câmara, deputada Gleisi Hoffmann (PR), e pelos líderes das bancadas na Câmara, deputado Enio Verri (PR), e no Senado, senador Rogério Carvalho (PT-SE). Também assinam os representantes do partido na Comissão Representativa do Congresso Nacional, os deputados Reginaldo Lopes (MG) e Rubens Otoni (GO)
.
No documento, os parlamentares defendem que o Congresso Nacional elabore uma campanha nacional para “informar, esclarecer e conscientizar a população sobre a importância da vacinação contra a Covid-19”. Segundo os petistas, essa medida é extremamente necessária “uma vez que o chefe do Poder Executivo (Jair Bolsonaro), no lugar de atuar para proteger e preservar a vida da população, age para implementar uma verdadeira campanha contra a vacinação, estimulando a proliferação de um sem número de notícias falsas sobre as vacinas contra a Covid-19”.

Os petistas advertem ainda que, apesar de ser considerada a forma mais fácil e eficaz de proteção contra doenças, a campanha de vacinação contra o vírus no país “tem sofrido grande ataque, inclusive por parte do Presidente da República, gerando receio em parcela da população que passou a ter dúvidas quanto à eficácia e a segurança da imunização”.

No ofício, os parlamentares ressaltam que já existem duas vacinas praticamente prontas para serem usadas no Brasil – Oxford/Astrazeneca (Fiocruz) e CoronaVac (Sinovac e Instituto Butantan) – que inclusive já entregaram estudos clínicos à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e aguardam apenas o resultado da análise para uso emergencial no País. Sobre a CoronaVac, eles explicam que o Instituto Butantan já dispõe de estoque “com milhões de doses prontas para uso”.

Os parlamentares lembram que o Instituto Butantan já informou que a CoronaVac tem 78% de eficácia para prevenção de casos leves de Covid-19 – com sintomas, mas sem necessidade de internação – e 100% de eficácia para evitar casos graves, moderados, internações e mortes pela doença. A eficácia global da vacina é de 50,68%.

“Já temos, portanto, à disposição da população brasileira, uma vacina que é potencialmente capaz de prevenir casos leves, moderados e graves da doença, evitando internações e mortes. Além disso, o risco pessoal é quase zero, uma vez que os efeitos adversos são mínimos. Entretanto, é preciso que grande parte da população seja vacinada para que a imunização coletiva seja alcançada. E, para isso, é imperioso que os brasileiros não só saibam da necessidade de se vacinarem, mas também sejam estimulados a assim fazer”, explicam os petistas.

Rede Nacional de Rádio e TV

Além da campanha publicitária nacional de conscientização da importância da vacinação, os parlamentares também propõem a convocação de rede nacional de rádio e TV. Nesse caso, eles defendem que o pronunciamento informativo deveria ser conduzido, preferencialmente, pela Comissão Externa da Câmara dos Deputados que acompanha as ações de enfrentamento a Covid-19.
“Não temos dúvidas que, diante da urgência e gravidade do tema, as redes de rádio e televisão atenderiam prontamente ao chamamento deste Congresso Nacional, coassumiriam suas responsabilidades e adeririam à campanha”, afirmam.

Leia aqui a íntegra do ofício.

Ofício – Campanha de vacinação

Héber Carvalho

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PEC das Prerrogativas seguirá rito processual, com análise em comissão especial antes do Plenário

A PEC das Prerrogativas (proposta de emenda à Constituição 3/21), que trata da imunidade p…