Home Portal Notícias Coronavirus Intimação de Pazuello pelo STF revela incompetência e inoperância do governo no combate à Covid-19, destacam petistas

Intimação de Pazuello pelo STF revela incompetência e inoperância do governo no combate à Covid-19, destacam petistas

5 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara destacaram, em suas redes sociais, a importância da decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, de intimar neste domingo (13) o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, a esclarecer, em 48 horas, a data de início e término do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, além das fases do processo. A intimação também é endereçada à Advocacia-Geral da União.

Deputados e deputadas do PT também criticaram o descaso e a incompetência do governo do presidente de extrema direita Jair Bolsonaro no combate à pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 181 mil brasileiros. No sábado (12), o STF recebeu o plano de vacinação do governo.

Com a previsão de imunizar 51,4 milhões de pessoas no primeiro semestre de 2021, o documento não apresenta o prazo de início e término da vacinação no País.

Governo incompetente

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), escreveu no Twitter: “Ninguém tira mais o foco da COVID-19 que Bolsonaro, que a nega, negligencia medidas de contenção e sabota a vacinação. Ele faz parecer, apesar das mais de 180 mil mortes, que o vírus não existe, ou que não passe de uma gripezinha, ou de conversinha”.

“Só assim para esse governo mostrar serviço e honrar o compromisso público de salvar vidas. Basta de inoperância”, escreveu o líder da Minoria na Câmara dos Deputados, deputado José Guimarães (PT-CE), em suas redes sociais, ao comentar a decisão de Lewandowski.

Na mesma linha, a deputada Erika Kokay (PT-DF) afirmou que “é preciso dar um basta à incompetência e inoperância desse governo”. E acrescentou: “Sem um plano nacional de vacinação, o Brasil seguirá sendo pária internacional e não terá chance de retomar a economia em 2021. Negacionismo de Bolsonaro sabota o país e seu próprio governo.”

Situação intolerável

Para a deputada Margarida Salomão (PT-MG) aumenta a pressão contra o desgoverno de Bolsonaro. “Aumenta a pressão. O descaso total de Bolsonaro com a saúde e a vida dos brasileiros é revoltante. Não assume a coordenação do enfrentamento à pandemia e não diz quando vai vacinar a população. Situação intolerável”.

“O presidente genocida vai ter que mandar um Jeep e um soldado levar urgente o plano de vacinação para o Covid”, comentou, em tom irônico, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

Henrique Fontana denunciou que enquanto o Brasil tem mais de 181 mil mortos pela Covid-19 e ainda não tem data para iniciar a vacinação, o ministro da Saúde “faz festinha, com aglomeração e sem máscara”. Ele observou que outros países já começaram a imunizar sua população, “mas aqui o governo não está preocupado em salvar vidas.”

Lorena Vale

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Alexandre Padilha: Recorde de mortes por Covid-19 e a omissão de Bolsonaro

O Brasil demorou 11 meses para chegar à marca de 200 mil vidas perdidas pela Covid-19 e me…