Home Portal Notícias Petistas questionam no Ministério Público transferência do acervo da Fundação Palmares para prédio com avarias

Petistas questionam no Ministério Público transferência do acervo da Fundação Palmares para prédio com avarias

5 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara entraram com ações na Procuradoria-Geral da República (PGR) e no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) questionando a transferência da sede da Fundação Palmares, localizada em Brasília, e de todo seu acervo documental, museológico e arquivístico para outro prédio, na mesma cidade, cedido pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Os petistas lembram que denúncias veiculadas pela imprensa apontam que o imóvel cedido estaria em péssimo estado de conservação e sem condições de abrigar o acervo da autarquia.

Nas duas ações – assinadas pelos parlamentares petistas Erika Kokay (DF); Enio Verri (PR), líder da Bancada; Benedita da Silva (RJ); Valmir Assunção (BA); Beto Faro (PA) e Paulão (AL) – são pedidas investigações sobre a conduta dos presidentes da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, e da EBC, Glen Lopes Valente, e de outros dirigentes das instituições envolvidos no Termo de Cessão de Uso do imóvel, além do próprio acordo em si.

Os parlamentares também solicitam à PGR e ao MPDFT a verificação in loco das condições do acervo da Fundação Palmares e a realização de estudos técnicos sobre a viabilidade da transferência para o imóvel cedido.

Segundo reportagens de vários veículos de comunicação de grande circulação no País, o prédio para onde seria transferido a nova sede da Fundação Palmares está tomado por infiltrações e outras avarias. O local hoje serve como uma espécie de almoxarifado para a EBC e está sem uso administrativo desde 2016.

Na justificativa das ações, que tem o mesmo teor, os parlamentares afirmam que nestas condições a transferência do acervo cultural, artísticos e histórico da Fundação Palmares para o prédio cedido pela EBC seria “absolutamente inadequada para garantir a guarda, a preservação, a recuperação e a disseminação de informações do acervo da autarquia”.

Os petistas também destacam que “o estado precário de conservação do imóvel oferecido pela cedente (EBC) representaria uma verdadeira temeridade e ameaça à preservação e manutenção do referido acervo, colocando em risco a perda definitiva de documentos que representam valores histórico-culturais da cultura negra afrodescendente”.

De acordo com os parlamentares, a mudança desse acervo sem as devidas reformas no prédio cedido poderia comprometer, indiretamente, “o direito fundamental de acesso das atuais e futuras gerações a todo patrimônio sob responsabilidade da Fundação Palmares, que por ventura se perca no processo de mudança”.

As deputadas e deputados petistas ressaltam que, diante dessa ameaça é indispensável os esclarecimentos de todos os agentes envolvidos nesse acordo para averiguar a “legalidade e razoabilidade dos termos negociados no Termo de Cessão de Uso do Imóvel” da EBC.

Leia aqui a íntegra das ações.

Representação MPDFT transferência acervo (2)-convertido

Representação MPF x FCP transferência acervo-convertido

Héber Carvalho

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Frei Anastácio denuncia a liberação de mais 32 novos agrotóxicos

O deputado federal Frei Anastácio (PT-PB) alertou que Bolsonaro já começou o ano com a lib…