Home Portal Notícias  Um dos fundadores do PT, Cloves de Castro morre aos 81 anos em São Paulo

 Um dos fundadores do PT, Cloves de Castro morre aos 81 anos em São Paulo

3 min read
0

Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, Cloves de Castro morreu neste domingo (15), em São Paulo, aos 72 anos, vítima de câncer.  Nascido em 18 de agosto de 1939, ele foi operário metalúrgico dos 14 aos 17 anos e, mais tarde, tornou-se funcionário público. Na década de 1950 entrou no Partido Comunista Brasileiro (PCB), no qual foi dirigente distrital e municipal.

Durante a ditadura militar (1964-85), foi preso e torturado. Ao ser libertado em 1971, continuou seu trabalho político e voltou para a fábrica, onde teve atuação relevante na Oposição Metalúrgica de São Paulo, a qual ele representou no Comitê Brasileiro de Anistia. Participou da fundação do jornal Luta Sindical e foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT).

 Em nota, a Comissão Executiva do PT homenageou Cloves. “ Saudamos a memória do militante incansável e expressamos a todos os militantes, em particular aos seus familiares e amigos, os nossos sentimentos pela perda deste petista histórico”, diz trecho da nota.

Leia a íntegra da nota da Executiva do PT:

Faleceu hoje um fundador do PT, o companheiro Cloves de Castro. Militante comunista desde os anos 50, Cloves foi preso e torturado durante a ditadura militar. Operário, veio a ser dirigente da Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo. Cloves era conhecido e respeitado entre as companheiras e companheiros do Diretório Municipal, cuja Executiva integrou. Saudamos a memória do militante incansável e expressamos a todos os militantes, em particular aos seus familiares e amigos, os nossos sentimentos pela perda deste petista histórico.

Comissão Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT vai à Justiça contra Bolsonaro por monitoramento de parlamentares

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), repudiou hoje (20), em nota oficial, o monitoram…