Home Portal Multimídia A luta continua pela absolvição total e liberdade plena do ex-presidente, afirmam petistas

A luta continua pela absolvição total e liberdade plena do ex-presidente, afirmam petistas

8 min read
0

No dia 8 de novembro de 2019, o juiz federal Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, determinou a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso – injustamente – havia 580 dias. Lula está solto, mas a luta continua para que os processos contra ele sejam anulados.

A fim de marcar este dia histórico, um tuitaço agitou as redes sociais com a hashtag #AnulaSTF para mostrar que a militância está unida e exigindo a liberdade plena de Lula. Também foi realizada uma live sobre a resistência da Vigília Lula Livre de Curitiba, que contou com a participação do ex-presidente. Parlamentares da Bancada do PT na Câmara usaram também suas redes sociais ao longo do dia para manifestar apoio ao ex-presidente e cobrar a anulação da condenação arbitrária de Lula.

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), participou da live e destacou a unidade e o apoio, especialmente dos partidos de esquerda, que “não soltaram as nossas mãos nos 580 dias de vigília em Curitiba”.

Gleisi destacou ainda o processo injusto e desleal contra Lula. “Queremos que o STF anule o processo ilegal, imoral e injusto de Sérgio Moro. Precisamos de justiça pra Lula”, cobrou a deputada federal Gleisi Hoffmann.

“Há um ano, Lula saía da carceragem da PF. Depois que provado que Moro e Dallagnol enganaram o STF, burlaram as leis e ofenderam o Brasil, os direitos políticos de Lula não foram restituídos. O Judiciário tem a opção de não mais participar dessa perseguição”, afirmou o deputado Enio Verri (PR), líder da bancada na Câmara.

O deputado Carlos Veras (PT-PE) deixou claro que a luta só termina com a absolvição total de Lula. “Hoje faz 1 ano que o grito Lula Livre ecoou na voz de milhões de brasileiras e brasileiros. Foram 580 dias de uma prisão injusta. A luta continua. Só terminará com a absolvição total e a liberdade plena de Lula, o maior líder político deste país”.

A deputada Natália Bonavides (PT-RN) quer que os direitos políticos de Lula sejam devolvidos. “Há exato um ano, Lula saía da prisão injusta determinada pelo ex-juiz-ex-ministro, que o condenou sem provas para tirá-lo da eleição. Lula foi solto, mas a justiça ainda não foi feita: o processo precisa ser anulado e seus direitos políticos devolvidos. Justiça para Lula”.

“Hoje, completa-se 1 ano que Lula deixou o cárcere de Curitiba depois de campanha nacional e internacional contra a injusta condenação. Lula está solto, mas não está livre. Vamos dar um basta nas sentenças fajutas da Lava-Jato”, assegurou o deputado Zeca Dirceu (PT-PR).

Eleições 2018

“Há um ano Lula está livre, após ser preso injustamente para não concorrer às eleições e presidir o Brasil. Seguimos vigilantes e mobilizados para provar sua inocência e o PT voltar a governar esse país. Viva Lula”, escreveu o deputado Beto Faro (PT-PA) em seu Twitter.

Na mesma linha, o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) afirmou tiraram o único candidato com reais condições de derrotar Jair Bolsonaro. “Tiraram da eleição no tapetão aquele que reunia as condições para derrotar Bolsonaro. Há um ano, Lula era solto já em um Brasil governado pelo despreparo e pelo preconceito. O Anula STF é a oportunidade de redimir essa farsa e de fazer justiça, ainda que tardia”.

Injustiça

“Hoje, há 1 ano, Lula era solto em Curitiba. Está mais do que na hora do Brasil reparar a injustiça feita a ele. Pedimos a anulação dos processos e um julgamento justo”, disse a deputada Marília Arraes (PT-PE).

Para o deputado Rui Falcão (PT-SP) a única chance de resgatar o “nosso estado de direitos e a democracia é reconhecer a suspeição e a consequente parcialidade do Moro e dos procuradores que atuaram de forma criminosa contra Lula”.

A deputada Professora Rosa Neide (PT-MT) afirmou que a luta continua pela anulação das sentenças irresponsáveis do “lava-jatismo”. “Após intensa mobilização nacional e internacional Lula saiu da prisão na qual foi injustamente colocado. Agora a luta é pela anulação das sentenças conduzidas pelo lava-jatismo irresponsável”.

Mais parlamentares também participaram do tuitaço que começou às 10h deste domingo. Todos comemoraram o fato de Lula ter deixado a prisão, e exigiram a absolvição plena do melhor presidente da história do País.

 

Assista a live com Lula na íntegra:

https://www.facebook.com/ptnacamara/videos/2433181943644171/ 

Lorena Vale

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro é escorraçado do Amapá após mais de duas semanas de escuridão

A visita ao estado se deu após um convite do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que ta…