Home Portal Notícias Natália Bonavides pede que PGR investigue uso do GSI e da Abin para proteger filho de Bolsonaro em acusação de corrupção

Natália Bonavides pede que PGR investigue uso do GSI e da Abin para proteger filho de Bolsonaro em acusação de corrupção

2 min read
0

A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) apresentou pedido ao Supremo Tribunal Federal para que encaminhe notícia de fato à  Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitando investigação para saber se o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) foram utilizados ilegalmente para proteger o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República Jair Bolsonaro, das acusações de envolvimento com corrupção, a fim de anular a investigação contra o senador.

De acordo com notícia divulgada em coluna da Época, no último dia 23, os advogados de Flávio Bolsonaro se reuniram com o presidente da República, com o ministro do GSI, general Augusto Heleno, e com o diretor-geral da Abin, Alexandre Ramagem, para pedir que o governo federal produzisse provas em favor de Flávio Bolsonaro.

Natália Bonavides reforça que os fatos apresentados revelam o possível cometimento de crimes de advocacia administrativa e de tráfico de influência pelos presentes e pede a imediata responsabilização dos envolvidos. “A situação é escandalosa! Estamos diante do possível uso de instituições de Estado para produção de provas em favor do filho do presidente da República. Tamanha subversão das instituições não pode ficar sem a devida apuração e sem a responsabilização cabível”, destacou a parlamentar.

 

Assessoria Parlamentar

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro realiza a profecia do desastre anunciado por todos: desemprego vai a 14,6% no Brasil

O ano de 2020 tem tudo para ser lembrado como o pior da história do País. Dezembro nem com…