Home Portal Notícias José Airton propõe veto partidário a candidatura ficha suja e eleições antecipadas

José Airton propõe veto partidário a candidatura ficha suja e eleições antecipadas

4 min read
0
Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

O deputado José Airton Cirilo (PT-CE) destacou na sessão virtual desta terça-feira (20) dois projetos de lei, de sua autoria, que tratam do processo eleitoral brasileiro. O primeiro deles, o PL 4.549/20, modifica a legislação sobre os partidos políticos para vedar a escolha, em convenção partidária, de candidatos que não preenchem todas as condições de elegibilidade. “O objetivo é permitir que cada legenda possa fazer a sua seleção e, inclusive, vetar candidatura ficha suja”, argumentou.

Para José Airton, é importante proteger a probidade e a moralidade, criando mecanismos cada vez mais efetivos e eficazes de garantir o ordenamento jurídico vigente. “O que nós estamos assistindo são candidatos ‘ficha suja’, que têm contas rejeitadas por improbidade pelos Tribunais de Contas, burlando a Lei da Ficha Limpa, entrando na Justiça para concorrer novamente e continuar na malversação do dinheiro público”, denunciou.

Então, continuou o deputado, “entendo que os partidos políticos têm responsabilidade grande na escolha e indicação dos seus candidatos e, por isso, estou propondo a modificação da lei, para que cada partido, previamente, antes de indicar o candidato, possa fazer a sua definição por alguém que efetivamente é ficha limpa e pode concorrer no pleito das eleições”.

Eleições antecipadas

No outro projeto (PL 4.919/20), o deputado propõe que as eleições possam ser antecipadas para a escolha e votação pelos eleitores, como acontece em alguns países, como nos Estados Unidos, a partir da indicação do candidato, da sua aprovação e do registro da sua candidatura.

“Proponho que os eleitores possam, de fato, fazer a sua escolha pelas candidaturas antecipadamente, evitando as aglomerações e o processo de, em um dia só, ficarem esperando por horas e horas para poderem exercer seu direito de votar”, explicou.

Pela proposta, as eleições para presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, prefeito e vice-prefeito, senador, deputado Federal, deputado estadual, deputado distrital e vereador ocorrerão, em todo o País, a partir do registro da candidatura na Justiça Eleitoral do seu respectivo estado, a fim de permitir ao eleitor votar antecipado nas eleições, até o ultimo dia pleito, que ocorrerá no primeiro domingo de outubro do ano respectivo.

Confira a íntegra dos projetos:

https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1930019&filename=PL+4549/2020

https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1936148&filename=PL+4919/2020

 

Vânia Rodrigues

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas questionam no Ministério Público transferência do acervo da Fundação Palmares para prédio com avarias

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara entraram com ações na Procuradoria-Geral da Repúb…