Home Portal Notícias, Notas e Boletins Português Notas Juiz bolsonarista faz ataque ilegal a advogado de Lula

Juiz bolsonarista faz ataque ilegal a advogado de Lula

6 min read
0

Em nota divulgada na tarde desse domingo (20), o PT denuncia bloqueio ilegal das contas do escritório de advocacia que faz a defesa do ex-presidente. “A medida absurda é mais um ataque à reputação do advogado Cristiano Zanin Martins, por ter denunciado e comprovado os métodos criminosos da Lava Jato de Curitiba”, apontam dirigentes da legenda.

O documento é assinado pela presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), pelos líderes do PT na Câmara, Enio Verri (PR) e no Senado, Rogério Carvalho (SE) e pelo secretário-geral do PT, deputado Paulo Teixeira (SP).

Leia a íntegra:

Nota do Partido dos Trabalhadores

O bloqueio ilegal das contas bancárias do escritório de advocacia que faz a defesa do ex-presidente Lula, decretado e vazado arbitrariamente pelo juiz Marcelo Bretas, é um dos mais degradantes exemplos de partidarização do sistema judicial entre as inúmeras violações e crimes já cometidos no âmbito da Lava Jato, que o bolsonarista Bretas comanda no Rio de Janeiro.

A medida absurda é mais um ataque à reputação do advogado Cristiano Zanin Martins, por ter denunciado e comprovado os métodos criminosos da Lava Jato de Curitiba. A atuação profissional correta e corajosa de Zanin, à frente da defesa de Lula, expôs ao mundo a prática do lawfare, o conluio ilegal e a parcialidade de Sergio Moro e dos procuradores na operação.

As denúncias de Zanin e sua equipe foram consideradas no âmbito do Comitê de Direitos Humanos da ONU, vieram a ser confirmadas pelas mensagens da chamada Vaza Jato, levaram os órgãos de controle do Ministério Público a, mesmo tardiamente, censurar os procuradores e, neste momento, aguardam julgamento de habeas corpus pela suspeição de Moro e dos procuradores no STF.

É neste momento crucial para a demonstração da inocência de Lula que o juiz Bretas desfecha seu ataque, com acusações forjadas contra Zanin e seus sócios, valendo-se do banditismo judicial que virou método da Lava Jato: falsa denúncia, invasão de escritórios de advocacias, buscas espetaculares e bloqueio de recursos para asfixiar financeiramente seus alvos.

Não foi por acaso também que Bretas, antes de apelar ao bloqueio de contas bancárias, mandou invadir e apreender no escritório e na residência de Zanin a cópia dos acordos de leniência firmados secretamente com a Odebrecht e as gravações de telefonemas de Lula que Moro escondeu do STF. São documentos que a Lava Jato escondeu obstinadamente, porque são provas contundentes dos crimes da Operação.

Da mesma forma que Moro, ao perseguir Lula, expôs sua mtivação politica, Marcelo Bretas sequer tenta disfarçar seu apoio a Bolsonaro, pelo qual acaba de ser punido disciplinarmente. Caricatura de Moro, Bretas ataca a defesa do ex-presidente para servir aos mesmos interesses antidemocráticos.

O PT está solidário ao advogado Cristiano Zanin Martins e conclama os democratas e toda a sociedade a repudiar mais esse ataque ao estado de direito em nosso país.

Brasília, 20 de setembro de 2020

 

Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT

Paulo Teixeira, secretário-geral do PT

Enio Verri, líder do PT na Câmara dos Deputados

Rogério Carvalho, líder do PT no Senado Federal

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Lula: “É possível reconstruir e transformar o Brasil”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender a participação no Estado na ec…