Home Portal Notícias Petistas participam de ato e defendem votação nesta terça do Novo Fundeb

Petistas participam de ato e defendem votação nesta terça do Novo Fundeb

8 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara participaram, na tarde desta terça-feira (21), do ato organizado pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), em favor da aprovação do novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Ubes estendeu, no gramado do Congresso Nacional, uma enorme faixa com os dizeres “Em defesa das nossas escolas, Aprova Fundeb” para pressionar os deputados e deputadas a aprovarem o fundo.

O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) ressaltou a importância de todos aqueles que lutam por uma educação de qualidade continuarem pressionando os deputados, porque o governo federal e seus aliados querem impedir a votação do fundo. “Hoje eles vão tentar impedir que dê quórum, depois vão tentar obstruir a sessão, porque eles querem obrigar o Congresso a aceitar coisas que são absolutamente inaceitáveis, como por exemplo criar um “voucher”, um “vale” para as crianças irem nas suas escolas de educação infantil. Isso nós não vamos aceitar. Nós queremos educação de qualidade, nós não queremos o mercado, o mercantilismo.”

“Nós vamos lutar aqui para garantir recursos para os estados, para os municípios, para as redes públicas, para garantir escola para a maioria do povo brasileiro, de qualidade, aumentando de 10% para 20% a participação do governo federal no Novo Fundeb, e tornando-o permanente, ou seja, não tem mais prazo de vencimento, vai ser daqui para frente”, assegurou Zarattini, que é líder da Minoria no Congresso Nacional.

A deputada Natália Bonavides (PT-RN) explica que o Fundeb é a principal fonte de financiamento da educação básica, e caso não seja aprovado, os estados, municípios e suas redes de educação entrarão em colapso. “É por isso que nós estamos nessa luta aqui hoje, com essa faixa maravilhosa aqui em frente ao Congresso, porque hoje é uma votação histórica. Hoje é uma votação que vai definir os próximos anos, até décadas sobre o financiamento da educação pública. A mobilização que está acontecendo tá sendo muito importante”.

“Garantir que o Fundeb seja aprovado é garantir que as pessoas mais carentes tenham acesso à escola, que os professores nos municípios mais afastados das capitais tenham acesso à educação. Educação, por si própria, é a chave principal da mudança de vida de um indivíduo”, disse Daniel Fernandes, presidente da União dos Estudantes do DF. Para ele, os planos políticos do governo Bolsonaro não cabem “dentro do sonho da juventude brasileira nem dos estudantes do Brasil”.

Sem compromisso com a educação

O Fundeb garante 63% dos investimentos para a educação pública do Brasil. Marcelo Acácio, diretor de Relações Institucionais da UBES, assegura que a aprovação é “uma iniciativa para fazer com que os estudantes voltem para suas escolas pós-período de pandemia. Mas lamenta a falta de compromisso do governo federal com a educação do País. “O governo federal nos faz questionar o que vai acontecer com o Fundeb em 2021. Vai colocar esse dinheiro em um projeto para simplesmente caluniar a educação e investir em um projeto interno político do governo, e que deveria ser tirado do próprio investimento da assistência social. Isso mostra mais uma vez que o governo não tem compromisso com a educação do nosso País”.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) denunciou que o governo Bolsonaro tem se dedicado e tentado destruir a educação. “Na véspera da votação, o governo apresenta uma proposta para tirar dinheiro da educação para poder impedir que nós tenhamos o Novo Fundeb no ano que vem. Isso significa impactar quase 94% dos estudantes do nosso Brasil”. A parlamentar afirmou que hoje o Congresso Nacional vai mostrar a sua cara. “Nós vamos lutar, lutar como quem luta em defesa deste País, em defesa dos nossos meninos e nossas meninas, em defesa do nosso Brasil, que eles querem derreter e moldar de acordo com os interesses estadunidenses ou do grande capital”.

“É bom lembrar que eles estão tentando fazer um movimento, esses que foram comprados pelo governo federal, para não dar quórum, para não dar o quórum necessário para que nós possamos votar o Fundeb. Nós vamos enfrentar todos os desafios”, garantiu.

Veja o ato:

Câmara deve votar hoje Fundeb.

Câmara deve votar hoje Fundeb.

Posted by Carlos Zarattini on Tuesday, 21 July 2020

 

Lorena Vale

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Renda dos trabalhadores cai 20% e inflação de alimentos aumenta

Completa ausência de medidas da área econômica do governo eleva preços de produtos como ól…