Home Portal Notícias Coronavirus Tatto cobra aprovação de PL da agricultura familiar e diz que Bolsonaro é responsável pelo aumento de mortes por Covid

Tatto cobra aprovação de PL da agricultura familiar e diz que Bolsonaro é responsável pelo aumento de mortes por Covid

5 min read
0

Em sessão remota da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (9), o deputado Nilto Tatto (PT-SP) chamou a atenção do povo brasileiro para o cenário catastrófico que se vislumbra a partir da curva ascendente de contaminação e morte pela Covid-19. Segundo o deputado, o presidente Jair Bolsonaro é o principal responsável pelo fato de o Brasil registrar a triste marca de 68 mil mortes pelo coronavírus. Tatto também conclamou seus pares a aprovar o projeto de lei (PL 735/20), de autoria do líder da Bancada do PT na Câmara, deputado Enio Verri (PR) e subscrita por parlamentares petistas. A proposta prevê apoio à agricultura familiar.

Foto: Gustavo Bezerra/Arquivo

“É importante que digamos para todos os brasileiros e para o mundo – na verdade o mundo todo já está percebendo -, que o maior responsável, o primeiro responsável por todas essas vítimas, cujo número poderá chegar a 140, 150 mil mortes por causa do coronavírus, chama-se Jair Bolsonaro”, denunciou Tatto.

O deputado explicou que em países que têm governantes compromissados com o bem-estar e a vida de seu povo, o cenário causado pela pandemia, é bem diferente do quadro alarmante brasileiro.

“Nos outros países, quando você tem um chefe de Estado responsável e que não seja insano e genocida, esses chefes de Estado organizaram toda a estrutura de governo, as esferas de governo, e convocaram a população para a única vacina possível para enfrentar o coronavírus, que é o isolamento”, lembrou o parlamentar.

No Brasil, continuou Tatto, o presidente Bolsonaro foi para a rua e chamou a população para desobedecer às autoridades da saúde local e à Organização Mundial de Saúde (OMS). “Por isso, ele é o primeiro, o maior responsável pelas mortes causadas pela pandemia”, reiterou.

Nilto Tatto disse ainda que o impacto do coronavírus no Brasil vai ser muito maior do que nos outros países. Segundo ele, por responsabilidade de Bolsonaro, a crise econômica vai ser maior, porque o presidente não tratou a doença com seriedade e dessa forma, a quarentena vai ser mais prolongada.

Agricultura familiar

Para o deputado, essa tragédia anunciada requer que a Câmara aprove com urgência o projeto de lei (PL 735/20) que assegura a criação de abono para atender feirantes e agricultores familiares que se encontram em isolamento social em razão da pandemia do coronavírus que afeta todo o País. “É fundamental aprovar rapidamente o PL 735, de apoio à agricultura familiar”.

Na opinião do petista, a proposta não trata apenas de apoio às famílias de agricultores que tiveram que paralisar a sua comercialização, a sua produção. “O PL é estratégico para fomentar a agricultura familiar neste momento, para você montar estoque de alimento, para você não ter risco de falta de comida, uma vez que nós vamos precisar de muitos alimentos para poder distribuir como cestas básicas para aqueles que vão sofrer as consequências do impacto da pandemia aqui no Brasil”, defendeu Nilto Tatto.

Benildes Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Câmara aprova destaque do PT e derruba vetos presidenciais; itens ainda serão apreciados pelo Senado

Por acordo de líderes, a Câmara aprovou, nesta quarta-feira (12), por 440 votos a 1, o des…