Home Portal Notícias Nos governos petistas, Minha Casa, Minha Vida garantiu moradia digna a 6,8 milhões de brasileiros

Nos governos petistas, Minha Casa, Minha Vida garantiu moradia digna a 6,8 milhões de brasileiros

9 min read
0

Você se lembra de quando o sonho da casa própria era mesmo apenas um sonho? Pois com Lula e Dilma ele está virando realidade, graças ao maior programa habitacional da história do Brasil. Considerado pela ONU como “um exemplo para o mundo”, o Minha Casa, Minha Vida já contratou 3,4 milhões de casas e apartamentos em todo o país, dos quais  1,7 milhão foram entregues, beneficiando cerca de 6,8 milhões de brasileiros, o equivalente a toda a população da segunda maior cidade do Brasil (o Rio de Janeiro). É o Estado garantindo moradia para quem mais precisa – e ao mesmo tempo aquecendo o comércio e a indústria, gerando emprego e renda, transformando o que era sonho em cidadania, desenvolvimento e dignidade.

Foto: Divulgação Caixa

Maior programa habitacional da história é fruto de diálogo entre governo federal e movimentos sociais

Um programa habitacional do porte e nos moldes do Minha Casa, Minha Vida, bandeira histórica dos movimentos sociais, não surge do nada. Ele é fruto do diálogo entre os governos do PT e entidades representativas da luta pela moradia, como União Nacional por Moradia Popular (UNMP), Central de Movimentos Populares (CMP), Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) e Confederação Nacional das Associações de Moradores (Conam).

Quando o presidente Lula anunciou a meta de construir 1 milhão de moradias, a torcida do contra gritou: Impossível! Parecia mesmo impossível, num país que há muitos anos não investia um centavo em programas habitacionais. “A única coisa impossível é Deus pecar”, respondeu Lula.

E o Brasil chegou a 2014 com 1,7 milhão de casas e apartamentos entregues – 1,7 milhão de sonhos realizados, além de outros 1,7 milhão em construção, numa parceria inédita entre União, estados, municípios, movimentos sociais e iniciativa privada pelo direito à moradia.

Mais vantagens para quem tem menos

A casa é o nosso porto seguro. É onde criamos os filhos, recebemos os amigos, passamos as horas mais felizes do dia. A casa é um direito de todos, mas nem todos têm condições de comprar ou construir a sua, ainda que lutem a vida inteira. Foi para esses brasileiros que Lula criou o Minha Casa, Minha Vida. O programa financia famílias com renda bruta de até R$ 5 mil. A prioridade é para as que ganham até R$ 1.600, que pagam 5% de sua renda por dez anos.

Na faixa até R$ 3.275, o subsídio é de até R$ 25 mil e é concedido de forma inversamente proporcional à renda. Para as famílias com renda até R$ 5 mil,  o benefício se dá pela redução da taxa de juros do financiamento habitacional, variando de 5% a 7,16%, de acordo com a renda familiar.

Prestação cabe no bolso

Pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) revela que a prestação do imóvel do Minha Casa, Minha Vida é menor do que os gastos dos beneficiários com despesas de luz, água, gás e condomínio. Essas contas, segundo o Ipea, totalizam em média R$ 105,35, enquanto que as prestações para os beneficiários com renda de zero a R$ 1,6 mil estão em torno de R$ 64,96. Os números provam que o programa é de fato acessível à população mais pobre.

Casa nova, vida nova e melhor

Com as próprias mãos

Outra importante inovação do programa é o Minha Casa, Minha Vida – Entidades, criado com o objetivo de permitir às famílias organizadas em cooperativas, entidades privadas sem fins lucrativos e associações urbanas atuarem como entidades promotoras/organizadoras nos programas habitacionais de interesse social, o que fortalece as práticas de cidadania. Nesta modalidade, as entidades populares reforçam os processos de educação e organização popular, tão importantes quanto a construção das moradias.

Dirigido a famílias de renda familiar mensal bruta de até R$ 1.600, o Minha Casa, Minha Vida – Entidades contratou, até maio de 2014, 43.175 casas em todas as regiões do Brasil, das quais 3 mil já foram entregues.

Você Sabia?

Como 1/3 dos imóveis contratados pelo Minha Casa, Minha Vida são apartamentos, e a vida em condomínio é novidade para grande parte dos beneficiários, o programa orienta os moradores na estruturação do condomínio e na organização de suas contas.

Do site  “O Brasil da Mudança”

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas protocolam projeto para assegurar cotas de candidaturas negras nas eleições

Com objetivo de promover candidaturas étnico-raciais e assegurar recursos e tempo de rádio…