Home Portal Notícias Prisão de Queiroz reforça processo de impeachment de Bolsonaro, diz líder do PT

Prisão de Queiroz reforça processo de impeachment de Bolsonaro, diz líder do PT

5 min read
0

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), declarou hoje (18) que a prisão do militar aposentado Fabrício Queiroz, ex-assessor e ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) pode ser peça-chave para a queda do presidente Jair Bolsonaro, alvo de mais de 30 pedidos de impeachment.

“Tudo ocorre num momento em que o presidente Bolsonaro, já isolado, defende a ruptura democrática, o desrespeito à Constituição e o incentivo a uma aventura militar contra a democracia, cometendo vários crimes de responsabilidade”, observou Enio Verri.

Segundo ele, com a prisão de Queiroz várias informações poderão vir à tona e esclarecer os esquemas suspeitos da família Bolsonaro com milícias do Rio de Janeiro e outros ilícitos, como a prática das “rachadinhas” nos gabinetes parlamentares da família, inclusive no de Jair Bolsonaro quando exercia mandato de deputado federal.

Impeachment

“O Brasil vive uma tempestade perfeita, mas mesmo assim pode ganhar muito , somando-se todas as informações, para precipitar o impeachment de Bolsonaro”, disse Enio Verri.

O líder do PT sublinhou que é preciso ligar todos os pontos das várias investigações em curso. A família Bolsonaro e apoiadores têm sido alvo de várias investigações no âmbito do Supremo Tribunal Federal e da Procuradoria-Geral da República sobre produção e disseminação de fake News e participação em atos contra a Constituição e o Estado Democrático de Direito.

“A cada dia a democracia vence e a Justiça começa a mostrar a sua eficiência”, comentou o líder petista. Ele citou como avanço a prisão da extremista de direita autodenominada Sara Winter e de outros integrantes de um bando intitulado 300 do Brasil, a quebra de sigilo bancário e fiscal de dez deputados e um senador bolsonaristas envolvidos com fake news. “A prisão de Queiroz é mais uma peça no quebra-cabeças”, disse Enio Verri.

Milicianos

“Esses pontos vão deixar mais transparente o que é a família Bolsonaro, mostrar como se deu a eleição do presidente da República em 2018 com o esquema criminoso das fake news e  revelar o que o clã representa em termos de desonestidade e desrespeito à Constituição e, principalmente, à democracia em nosso país”

O parlamentar acusou também Bolsonaro de cometer crime de responsabilidade pela conduta no enfrentamento à pandemia de coronavírus. “ Um total desrespeito à ciência num momento de grave crise sanitária”, disse Verri, lembrando que Bolsonaro é responsável pela morte de milhares de pessoas, já que incentiva o desrespeito a protocolos sanitários, como o isolamento social, e não implementa medidas eficazes para o País enfrentar o problema.

Redação PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Uma verdade cruel no Dia das Crianças: Bolsonaro destrói políticas para a infância

Ataque do Palácio do Planalto às políticas sociais adotadas pelos governos  PT vai desde o…