Home Portal Notícias Prisão de Queiroz abre caminho para desvendar esquemas criminosos da ´famiglia’ Bolsonaro

Prisão de Queiroz abre caminho para desvendar esquemas criminosos da ´famiglia’ Bolsonaro

14 min read
1

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara manifestaram hoje (18), pelas redes sociais, que a prisão de Fabrício Queiroz poderá abrir caminho para desvendar os esquemas criminosos que rondam a família Bolsonaro. Queiroz, o foragido mais famoso do Brasil, foi preso na manhã desta quinta-feira, em Atibaia, interior de São Paulo.  O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) estava em uma chácara pertencente a  Frederick Wassef, advogado do parlamentar e também do presidente Jair Bolsonaro.

O líder da Bancada na Câmara, Enio Verri (PR), estranhou o fato de o foragido estar na casa do advogado, figura carimbada em eventos do governo Bolsonaro.  “Então, o desaparecido Queiroz estava na casa do advogado de Bolsonaro, que declarou, em 2019, não saber do paradeiro do ex-assessor do então deputado estadual, Flávio Bolsonaro. Senta que lá vem história para desembaraçar esse novelo”, afirmou.

“Queiroz estava escondido num imóvel de Frederick Wasseff, advogado da família Bolsonaro. Flavio, o senador, disse no ano passado que desconhecia o paradeiro de Queiroz! E agora?”, perguntou a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann (PR).

O líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), ironizou a relação entra o clã Bolsonaro e Queiroz. “Queiroz foi preso… Na casa de advogado do Flávio Bolsonaro! Que coisa, hein? E é porque não havia mais relações entre ele e a família do presidente!”.

“Finalmente foi preso o Queiroz. Quase dois anos depois de descoberto o esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Ele estava em imóvel do advogado de Flávio Bolsonaro”, comentou Paulo Teixeira (PT-SP), enquanto Rogério Correia (PT-MG) pediu que Queiroz “abra o bico” e questionou: “O que fazia no apartamento do advogado do presidente? A rachadinha era para enriquecer a família Bolsonaro? Quem mandou matar Marielle? Bolsonaro é miliciano?”.

Já o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) acredita que Queiroz irá fazer uma delação. “Acho que fará delação. Como tesoureiro da família, sempre foi um operador. Com a quantidade de informações que tem consegue talvez até uma imunidade. Queiroz e seus familiares precisam de proteção. Os exemplos do PC Farias e do Capitão Adriano atormentam o sono dele. Conta Tudo Queiroz”.

 

Para o deputado Carlos Zarattini (PT-SP), esconder Queiroz foi coisa de profissional. “Não foi amadorismo esconder Queiroz na casa do advogado do presidente Bolsonaro. É a certeza da impunidade! Esses caras acabavam que iam barrar essas investigações. Tanto que mudou o comando da PF no RJ”, afirmou o líder da Minoria no Congresso Nacional.

Para o deputado Alexandre Padilha (PT-SP), o cerco no entorno da família está caindo. “Tá caindo o cerco da família! O perdido Queiroz não estava tão perdido assim, só esquecemos de olhar debaixo da asa da família. Tá tão colado no Flávio que pede exílio pro próprio advogado. Só falta Flávio dizer a verdade: que sabia onde ele estava!”

A deputada Erika Kokay (PT-DF) afirmou que “o silêncio do clã Bolsonaro com a prisão do Queiroz diz muito. Nem um pio até agora. Estão atônitos e tomados pelo medo”.

“Esta quinta-feira (18) já começa agitada: Lembram do Fabrício Queiroz? Aquele ex-assessor de Flávio Bolsonaro, suspeito de fazer rachadinha na Alerj? Pois é! Acharam. Incrível é que ele estava em uma casa de um dos advogados da família Bolsonaro. Coincidência, não?!”, escreveu o deputado Padre João (PT-MG) em seu Twitter.

O deputado Afonso Florence (PT-BA) cobrou avanço das investigações. “Agora, precisam avançar investigações sobre rachadinha, assassinato de Marielle, milícias, prepostos do Estado, e empresários, atuando ilegalmente para abafar investigações, perseguir adversários e eleger Bolsonaro”.

Para a deputada Maria do Rosário (PT-RS) não dá mais para continuar com Bolsonaro no governo. “Finalmente acharam o Queiroz. Que todas as sujeiras em que esta família está envolvida sejam passadas a limpo. Não bastasse uma pandemia, temos uma crise política, econômica e sanitária gerada por eles diariamente. Chega deste desgoverno”.

A deputada Margarida Salomão (PT-MG) quer que toda a verdade apareça. “Preso! Fabrício Queiroz está preso. Foi encontrado em Atibaia, São Paulo. Morava, vejam só, na casa do advogado de Flávio Bolsonaro. Quantas relações promíscuas! Que a verdade venha à tona”.

Sérgio Moro

Para o deputado Pedro Uczai (PT-SC) o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, encobriu toda a sujeira que envolve Bolsonaro e os milicianos. “Moro serviu Bolsonaro por 1 ano e quatro meses no Ministério da Justiça. Moro estava lá para proteger a família Bolsonaro e os milicianos. O ex-juiz diz combater a corrupção, mas foi ele sair do Governo, acharam o Queiroz. Bolsonaro e Moro são uma coisa só”.

A pergunta que não quer calar

O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) indaga o “por que o advogado de Bolsonaro e de Flávio estava escondendo o criminoso Fabrício Queiroz? Essa é a mais intrigante das questões sobre essa prisão, ainda que todos nós imaginemos o motivo. O clã Bolsonaro protege o ex-assessor não por amizade, mas por ‘rabo preso’”.

O deputado João Daniel (PT-SE) quer saber o que Flávio acha de Queiroz contar tudo o que acontecia na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). “Para Flávio Bolsonaro, Queiroz é ‘um cara correto e honesto’. Mas acabou de ser preso em Atibaia. O quer o senador acha do amigo agora contar tudo que acontecia na Alerj?”

O deputado Patrus Ananias (PT-MG) questiona se alguém ainda acredita em coincidência. “Enfim, foi preso. Mas onde estava? Na casa do advogado de Flávio Bolsonaro. Vão dizer que foi coincidência? Provável. Ainda há quem acredite?”.

Grande Dia

“Grande dia: finalmente acharam o Queiroz, escondido na casa do advogado de Flávio Bolsonaro, que evidentemente dirá que não tem nada com isso”, destacou o deputado Nilto Tatto (PT-SP).

A deputada Professora Rosa Neide (PT-MT) também comemorou. “Quebraram a quarentena do Queiroz? Grande dia”.

“Tudo em seu devido lugar”

“Jair Bolsonaro disse: “Está chegando a hora de botar tudo no seu devido lugar”. A Polícia Civil do Rio de Janeiro, entendeu o recado. Foi lá e botou Queiroz na cadeia”, escreveu o deputado Bohn Gass (PT-RS) em suas redes socias.

O deputado Joseildo Ramos (PT- BA) também parafraseou a fala de Jair Bolsonaro. “A HORA ESTÁ CHEGANDO: Queiroz estava em Atibaia, protegido ou refém, dos Bolsonaro. O imóvel pertence ao advogado da família do presidente. Polícia pegou ‘a chave’ do enigma entre o clã com milicianos, lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito. CADA COISA NO LUGAR CERTO”.

Cadê o Queiroz?

“Sabe “Cadê o Queiroz”, acaba de ser finalmente PRESO! Bolsonaro – que já demonstrava desespero esta semana – agora tem muitos motivos para se preocupar. Queiroz tem quer se proteger. Para isso, sua única saída é entregar a máfia putrefata do chefe de quadrilha Bolsonaro. Grande dia”, disse o deputado Célio Moura (PT-TO).

A deputada Luizianne Lins (PT-CE) celebrou que finalmente a pergunta “Cadê o Queiroz?” foi respondida. “Finalmente, o meme “Cadê o Queiroz?” foi respondido! Queiroz foi preso hoje na casa de advogado da família Bolsonaro. Imóvel foi inclusive usado durante campanha presidencial. O Brasil espera rigor nas investigações!”.

“Acharam o Queiroz! No sítio do advogado de Flávio Bolsonaro. Precisa desenhar ainda ou já basta? A casa dos milicianos está caindo, mas antes temos que tirá-los da presidência antes que destruam o Brasil”, apontou o deputado Alencar Santana (PT-SP).

Lorena Vale

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT requer a Edson Fachin liminar urgente para suspender despejo de 450 famílias do assentamento Quilombo Campo Grande

A Bancada do PT na Câmara protocolou hoje (14), no Supremo Tribunal Federal, pedido para q…