Home Portal Notícias Coronavirus Governo Bolsonaro ameaça a democracia; luz vermelha acendeu, alerta líder Enio Verri

Governo Bolsonaro ameaça a democracia; luz vermelha acendeu, alerta líder Enio Verri

8 min read
0

Em discurso na sessão remota da Câmara dos Deputados, nessa quinta-feira (28), o líder da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara, deputado Enio Verri (PR) chamou a atenção de seus pares e do povo brasileiro para a gravidade contida nas declarações do presidente Jair Bolsonaro, e de seu filho, Eduardo, proferidas ontem (28). Para Verri, as ameaças de ruptura democrática feitas por ambos, acendem uma “luz vermelha” a todos que acreditam e defendem o regime democrático.

“As declarações não só do Presidente Jair Bolsonaro – como de seu filho deputado Eduardo Bolsonaro – dizendo que não é “se”, mas “quando” vai ocorrer essa ruptura, assim como a declaração do General Heleno ameaçando a democracia, acende uma luz vermelha para o povo brasileiro, para os democratas do País”, alertou o líder petista.

O deputado disse ainda que, se não bastasse o Brasil ver o seu presidente fazer uso de linguagem chula, incentivar o uso de armas pelas pessoas, defender a violência como instrumento de liberdade, agora, essa mesma população, é ameaçada de ver a ordem democrática desaparecer. “Eu nunca vi isso, a não ser no fascismo”, preocupou-se.

Apesar de estar diante de um presidente da República que não respeita seu povo, que tem um discurso contra a democracia, em favor da ditadura, que defende torturadores, que não respeita os direitos humanos, as minorias, que nega a ciência e a história – mesmo assim -, Enio Verri disse que os democratas não vão se curvar às ameaças impostas pela família Bolsonaro.

Respeito à Constituição

“Nós não vamos admitir que se desrespeite a Constituição brasileira. Nós vamos defender com unhas e dentes aquilo que a população construiu a duras penas, que é respeito a uma República que tem três Poderes — o Executivo, o Legislativo e o Judiciário —, que representam muito bem o conjunto da população”, assegurou o deputado.

Verri criticou a forma como age o presidente da República no trato com a institucionalidade. Para o parlamentar, os poderes constituídos não podem atender “interesses pessoais” do presidente, que a Constituição não está “a serviço do Presidente da República, mas acima do presidente da República”.

O líder petista conclamou a todos para defender o País desses rompantes antidemocráticos. Na opinião de Verri, é preciso exigir de todos, sem cor partidária ou orientação política, os movimentos sociais, a Igreja, “temos que nos desafiar a lutar e garantir a democracia no Brasil”.
“Precisamos, juntos, mostrar que há uma união neste País para que neste momento a prioridade seja enfrentar essa pandemia que mata brasileiros, garantir a comida para o nosso povo, apresentar e executar projetos que façam nosso País olhar para frente e olhar com esperança para um futuro melhor”, disse.

Impeachment

Na opinião de Enio Verri, a forma como Bolsonaro trata a população, com desdém, desmandos e descasos, descumprindo leis, sem nenhuma intenção de transformar o Brasil em um país pujante, é o motivo da existência de mais de 36 pedidos de impeachment protocolados na Câmara dos Deputados.

“Por que será que representantes de partidos de vieses ideológicos tão distintos apresentaram pedidos de impeachment? Por que setores tão distintos da sociedade pedem o impeachment do presidente? Porque hoje estamos construindo um consenso: o Brasil não suporta mais esse presidente. O povo não suporta mais esse presidente. Pobre do povo que tem um presidente como esse”, lamentou.

Para o deputado, em respeito à democracia, a Câmara precisa colocar o pedido de impeachment para ser votado. Segundo ele, esse pedido de impedimento de Bolsonaro será amplamente debatido com a sociedade, para que se vote favoravelmente ao pedido, para o bem da Nação brasileira.

“É preciso que haja um único grito, o grito da independência, o grito de liberdade e principalmente da luta pela justiça e igualdade no Brasil, que leve à união, como a Câmara dos Deputados tem provado nesses dias, a união em prol do Brasil como um todo. E o grito é um só: Fora, Bolsonaro! Impeachment já!”, defendeu Enio Verri.

Veja o vídeo do líder Enio Verri:

Manifestação do Líder na Sessão Plenária da Câmara do dia 28 de maio

Líder do PT na Câmara, Deputado Enio Verri PT/PR fala sobre o momento político do país e a posição da Bancada do PT sobre a MP 936.

Posted by PT na Câmara on Thursday, 28 May 2020

Benildes Rodrigues
Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Zé Neto apresenta projeto que garante computador para estudantes pobres de escolas públicas durante a pandemia

O deputado Zé Neto (PT-BA) apresentou um projeto de lei na Câmara (PL 3.699/20), com a coa…