Home Portal Notícias Henrique Fontana assina ação popular para anular nomeação de amigo da família Bolsonaro para Polícia Federal

Henrique Fontana assina ação popular para anular nomeação de amigo da família Bolsonaro para Polícia Federal

3 min read
0

“A nomeação de Alexandre Ramagem, amigo da família presidencial, para diretoria-geral da Polícia Federal (PF), é o passo mais largo que Jair Bolsonaro deu na tentativa de transformar – e em parte, infelizmente, já fez isso – a PF em uma polícia política, uma polícia partidarizada. Com este ato, ele leva seu plano às últimas consequências”. A afirmação é do deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) que, ao lado de Marcelo Freixo, Fernanda Melchionna e de outros parlamentares, ingressou, nessa terça-feira (28), com ação popular na 13ª Vara da Justiça Federal para anular a nomeação de Ramagem, por desvio de finalidade e violação às normas da Constituição.

Fontana alerta que a escolha de Bolsonaro por um amigo íntimo da família para comandar a PF ocorre quando está em curso uma investigação no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o funcionamento de uma rede de fake news, apelidada de ‘gabinete do ódio’, pois tem como objetivo atacar e destruir a imagem de pessoas e instituições que discordem do governo, e que teria a intensa participação de seus filhos, em especial do vereador Carlos Bolsonaro. O segundo motivo que deixa evidente o desvio de finalidade na escolha de Ramagem, segundo Fontana, são as investigações das relações da família Bolsonaro com as milícias. “Onde está Queiroz? Como funcionava a rachadinha no gabinete do outro filho, o Flavio? O presidente está claramente tentando asfixiar essas investigações”, afirma. Fontana salienta que a ação popular visa anular a nomeação do diretor-geral da PF e proteger as investigações que envolvem a família Bolsonaro, além de preservar a Polícia Federal deste movimento de partidarização para transformá-la em uma polícia política.

Na opinião do deputado, a conclusão dessas investigações pode ser o primeiro grande passo para dar solidez a um pedido de impeachment e afastamento de Jair Bolsonaro da Presidência.

Assessoria de Comunicação

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

TCU determina que Ministério da Saúde apresente plano estratégico de combate à pandemia

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou nessa quarta-feira (21), que o Ministério d…