Home Portal Notícias Manchetes Petistas comemoram decisão do STF de abrir investigação contra Bolsonaro e Moro

Petistas comemoram decisão do STF de abrir investigação contra Bolsonaro e Moro

7 min read
0

A autorização de abertura de inquérito para investigar as acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, de tentativa de interferência política na Polícia Federal feita pelo presidente Jair Bolsonaro, foi comentada, pelo Twitter, por vários parlamentares da Bancada do PT na Câmara. Tão logo saiu a decisão do ministro do STF Celso de Mello, já no final da noite de segunda-feira (28), os parlamentares ressaltaram a necessidade da investigação para apurar a possível prática de crimes, tanto de Bolsonaro quanto de Moro no exercício do cargo que ocupava.

O pedido de investigação se baseia em declarações feitas pelo próprio ex-ministro da Justiça. Moro disse em entrevista que Bolsonaro manifestou o desejo de ter acesso a relatórios da inteligência da PF e de influenciar em investigações do órgão. Ele ainda acusou o presidente de ter incluído ilegalmente a sua assinatura no ato de exoneração do então Diretor-Geral da PF, Maurício Valeixo, publicado no Diário Oficial da última sexta-feira (24).

A decisão do ministro Celso de Mello atende pedido de investigação feita pelo Procurador- Geral da República, Augusto Aras, e também pode atingir o ex-ministro da Justiça. No documento enviado pelo chefe do Ministério Público ao STF, Aras indica que a conduta de Sérgio Moro à frente do ministério também vai ser investigada.

O Procurador indica a investigação de possíveis atos, tanto de Bolsonaro quanto de Moro, que podem configurar a prática de vários crimes. Da parte de Bolsonaro estão listados falsidade ideológica, coação, advocacia administrativa, obstrução de Justiça e corrupção passiva. Entre os crimes que podem ter sido praticados por Moro se encontra o de prevaricação, e denunciação caluniosa e crime contra honra, nestes casos se não apresentar provas. Segundo Celso de Mello, Moro tem o prazo de 60 dias para prestar depoimento à PGR.

Leia as declarações dos parlamentares do PT sobre o assunto:

O Brasil precisa saber a verdade

Professora Rosa Neide (MT) – “Vamos aos fatos: queremos saber a verdade sobre a familícia Bolsonaro. Abril despedaçado pra família Bolsonaro. É chegada a hora deste que, ainda, ocupa a cadeira de presidente explicar os seus feitos e desfeitos”.

Célio Moura (TO) – “Boa notícia. Celso de Melo, Ministro do STF, autoriza abertura de inquérito sobre delações feitas por Moro que apontam possíveis interferências de Bolsonaro, e seu desejo absurdo de instrumentalização política na PF e MJ com finalidade de blindar a sua família criminosa”.

Airton Faleiro (PA) – “Finalmente Bolsonaro sendo investigado! O dia não foi fácil para este cidadão que queria emparedar os demais poderes! Não nos acovardaremos!”

Zeca Dirceu (PR) – “Qual o destino de Jair Bolsonaro? O cerco começou a se fechar para o presidente das fake news. STF já autorizou abertura de investigação”.

Margarida Salomão (MG) – “Mais uma excelente notícia vinda da Justiça no dia de hoje”.

Odair Cunha (MG) – “As acusações de Moro devem ser investigadas e devidamente punidas. Bolsonaro não pode sair impune dessa”.

Moro também precisa ser investigado

Natália Bonavides (RN) – “O ministro Celso de Mello autorizou abertura de inquérito contra Bolsonaro. Moro também terá suas declarações investigadas. Que virem réus e sejam condenados como criminosos que são. Que seja mais um caminho para o país se ver livre desse projeto autoritário e criminoso.

Valmir Assunção (BA) – “Investigar é o mínimo. E não só Bolsonaro! Sérgio Moro também tem que ser investigado. As declarações dão conta de crimes de ambas as partes!”

Henrique Fontana (RS) – “Na sua despedida do MJ, o ex-juiz fez graves acusações contra o presidente. Vamos ver se desta vez ele apresenta as provas!”

Reginaldo Lopes (MG) – “Também foi distribuído ao ministro Celso de Mello a notícia-crime que apresentei justamente nesse sentido. A peça ainda pede a apreensão do celular de Moro e a quebra do sigilo telefônico do ex-ministro”.

Héber Carvalho

José Cruz/Agência Brasil

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Nota oficial do ex-presidente sobre a Covid

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornou nesta quarta-feira (20) ao Brasil após …