Home Portal Notícias Coronavirus  Pará tem feito a sua parte no combate ao coronavírus, apesar da omissão do governo federal, afirmam Beto Faro e Airton Faleiro

 Pará tem feito a sua parte no combate ao coronavírus, apesar da omissão do governo federal, afirmam Beto Faro e Airton Faleiro

6 min read
0

Os deputados Beto Faro (PT-PA) e Airton Faleiro (PT-PA) afirmaram nessa quinta-feira (23) que, apesar da ajuda insuficiente do governo federal e da campanha dos bolsonaristas contrários ao isolamento social, o estado do Pará não tem medido esforços para combater o coronavírus e aumentar a capacidade atendimento dos hospitais do estado. O último boletim da Secretaria de Saúde aponta que o Pará tem 1267 casos confirmados de Covid-19, com 53 mortes. A taxa de ocupação de UTIs no Estado já alcança 91%.

“O Pará vive uma situação difícil, onde o sistema público de saúde da capital já está no limite. Temos problema graves de UTIs e de funcionários para atender nessas unidades. O governo estadual está tomando medidas importantes de incentivo ao isolamento social, mas enfrenta dificuldades com os bolsonaristas, inclusive parlamentares, que estimulam manifestações e carreatas dizendo que a situação não é grave e que tudo deve voltar a funcionar normalmente. Essa é uma atitude criminosa em relação ao combate ao coronavírus”, condenou Beto Faro.

Ele disse ainda que o estado tem recebido pouca ajuda do governo Bolsonaro, mas que ainda assim tem tomado iniciativas importantes para aumentar a capacidade de atendimento à população.

“O governo Bolsonaro não tem ajudado muito. Poucos recursos têm chegado ao estado. Mesmo assim o governo estadual tem feito a sua parte. Construiu três hospitais de campanha, um em Santarém, um em Marabá e um em Belém. Transformou uma policlínica em centro de atendimento a famílias de pacientes do Covid-19, modificou o atendimento de vários hospitais regionais para atender pacientes com coronavírus e ainda e ainda criou um programa para atender a população de rua no estádio do Mangueirão, em uma ação coordenada pela Secretaria de Ação Social, comandada pelo PT aqui no Estado”, explicou.

A montagem dos hospitais de campanha contou com o apoio financeiro das emendas parlamentares da bancada do Pará, inclusive dos deputados Beto Faro e Airton Faleiro.

Ainda de acordo com Beto Faro, o grande problema encontrado pelo estado atualmente é a dificuldade em comprar respiradores para as UTIs. Ele informou que há escassez do equipamento no mercado.

Médicos Cubanos no combate ao Covid-19

Outra ação adotada pelo governo do Estado para atender os pacientes do coronavírus é a contratação temporária de 86 médicos cubanos que já participaram do Programa Mais Médicos. A ideia para a contratação dos médicos foi levada ao governador do estado – Helder Barbalho – por vários parlamentares, inclusive Airton Faleiro.

“A pedido dos médicos cubanos, que nos enviaram cartas, eu e outros colegas parlamentares enviamos ao governador do estado e ao secretário da Saúde um ofício pedindo essas providências para a contratação deles. A população pode comemorar a contratação de 86 médicos cubanos que vão ajudar no combate ao coronavírus e a salvar a vida do nosso povo do Pará”, afirmou.

O deputado Airton Faleiro também parabenizou o governador Helder Barbalho pela iniciativa. Segundo ele, “o governador teve a coragem de ser o primeiro a mostrar que é possível técnica e juridicamente contratar esses médicos que não foram embora do Brasil”.

Os médicos cubanos têm especialização em clínica médica, medicina intensiva e infectologia. Eles devem atuar no hospital de campanha localizado no Centro de Convenções da Amazônia e em unidades básicas de Saúde e UPAS de Belém.

Héber Carvalho

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Núcleo de Educação do PT se mobiliza contra proposta da educação domiciliar

Em reunião do Núcleo de Educação e Cultura da Bancada do PT no Congresso, parlamentares e …