Home Portal Notícias Manchetes Deputados do PT cobram do ministro do Meio Ambiente informações sobre operações contra desmatamento

Deputados do PT cobram do ministro do Meio Ambiente informações sobre operações contra desmatamento

6 min read
0

Os deputados petistas Nilto Tatto (SP), João Daniel (SE) e Patrus Ananias (MG) solicitaram ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, informações sobre as operações de combate ao desmatamento promovidas pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

A iniciativa surgiu diante da notícia divulgada na imprensa da exoneração do diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Olivadi Alves Borges Azevedo, por ter comandado uma megaoperação de combate ao desmatamento e a garimpos ilegais em terras indígenas no sul do Pará, repercutida no programa Fantástico, da TV Globo.

O Ministério Público Federal, por meio de suas Câmaras de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural e de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais, suspeitam que há indícios de o afastamento está supostamente relacionado à operação deflagrada pelo Ibama e à insatisfação de grupos que estão praticando esbulho e a dilapidação do patrimônio público da União, por meio da invasão e da exploração ilegal e predatória de recursos naturais dentro das terras indígenas.

“A impressão que temos é a de que o diretor Olivadi pagou o preço por ter realizado com eficiência a função que seu cargo exige enquanto Diretor de Proteção Ambiental do Ibama, numa nítida captura do Ministério  do Meio Ambiente por grupos privados em detrimento do interesse público”, afirmou o deputado Nilto Tatto, um dos proponentes do requerimento de informações – mecanismo que cumpre o papel de fiscalização do Legislativo de ações do Executivo.

Improbidade Administrativa

O MPF também está apurando esse caso e encaminhou à superintendência do órgão no Distrito Federal para que apure de forma aprofundada os fatos e as circunstâncias em torno da exoneração do diretor do Ibama, incluindo a análise de uma possível prática de improbidade administrativa por parte do ministro Ricardo Salles e do presidente do Ibama.

No requerimento de informações os parlamentares do PT fazem os seguintes questionamentos:

1) Qual o número de operações realizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no combate ao desmatamento no ano de 2020? Informar as operações por Unidade da Federal, período em que foram realizadas as operações e o resultado das mesmas.

2) Foram realizadas operações em Terras Indígenas? Informar essas áreas, em que Unidade Federação e resultados das operações?

3) Informar quais os procedimentos legais que foram realizados contra as pessoas que foram identificadas como responsável pelos desmatamentos?

4) Qual o número de processos judiciais abertos apresentados contra estes desmatadores que foram identificados? Qual a situação desses processos? Informar por Unidade da Federação em que estes processos foram ajuizados e a situação desses processos?

5) Qual o planejamento de operações a serem realizadas nos Estados do Norte do País de combate ao desmatamento ainda neste ano?

6) Nas operações de combate ao desmatamento houve o embargos dessas áreas? Quais seriam essas áreas embargadas?

7) Qual o motivo da exoneração do diretor de Proteção Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Olivaldi Alves Borges? Houve solicitação de terceiros para o afastamento desse Diretor? Foi aberto algum procedimento administrativo para subsidiar a exoneração desse servidor?

8) Há a previsão de ocorrer outras exonerações de servidores do setor da fiscalização?

9) As operações de combate ao desmatamento e ao garimpo ilegal serão mantidas?

 

Assessoria Parlamentar

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Indústria recusa trigo transgênico com medo de rejeição do consumidor

É cada vez maior a resistência contra o trigo transgênico em processo de avaliação na Comi…