Home Portal Notícias Coronavirus Líder do PT aciona Procuradoria Parlamentar da Câmara contra racista que ofendeu deputado Valmir Assunção

Líder do PT aciona Procuradoria Parlamentar da Câmara contra racista que ofendeu deputado Valmir Assunção

7 min read
0

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), encaminhou hoje (13) ao procurador parlamentar da Câmara dos Deputados, Luís Tibé  (Avante-MG), uma representação em que cobra a adoção de todas as providências legais, sobretudo no campo criminal, contra a comerciante bolsonarista baiana Jaqueline Oliveira, por ter feito ofensas racistas ao deputado federal Valmir Assunção (PT-BA).

O deputado foi vítima de crime de racismo, difamação e ofensa à figura pública na Sexta-feira Santa (10), em áudio gravado pela  comerciante do município de Itamaraju, no extremo sul da Bahia. Na gravação que circula em um grupo de WhatsApp, a bolsonarista – conhecida como Jack –  chama Assunção de “macaco”, “ridículo”, “horroroso”, “vagabundo” e “nariz de chapoca”, termos reconhecidamente utilizados como ofensas racistas.

Responsabilização

Enio Verri solicitou ao procurador parlamentar a total responsabilização da comerciante, devido aos “graves e injustificáveis ataques sofridos ” pelo parlamentar petista. O líder do PT assinalou que o caso já vem sendo investigado por autoridades baianas, mas mesmo assim  entende que a Procuradoria Parlamentar da Câmara deve acompanhar “de forma mais amiúde os graves fatos ocorridos, na perspectiva de buscar a responsabilização da autora das ofensas”.

Recomendou também atuação conjunta com as autoridades do estado “com vistas a combater sem tréguas os que praticam de forma odiosa a intolerância e a discriminação contra seres humanos”.

Difamação

As agressões racistas e difamatórias aconteceram após Valmir divulgar vídeo nas suas redes sociais defendendo a proposta do governador Rui Costa (PT) de instalar 20 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para tratar pacientes infectados pelo COVID-19 em Itamaraju – o que, de acordo com a afirmação da comerciante nos áudios publicados por ela, seria responsável por “levar o Coronavírus” para a cidade.

A posição contrária aos leitos também é encampada pelo atual prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica (PSDB), segundo a assessoria de Valmir Assunção.

Racismo

O líder do PT frisou que a “prática da discriminação racial em quaisquer de suas modalidades é expressamente vedada pela Carta da República e pela legislação infraconstitucional. Os motivos de tais ações estão associados a uma torpe concepção arcaica de que o valor e as qualidades de uma pessoa podem ser mensurados pela cor de sua pele, o que evidentemente não encontra e não deve encontrar guarida no atual desenvolvimento da sociedade mundial e dos Estados democráticos.”

E mais:” Como se observa, é imperioso que essa Procuradoria Parlamentar, juntamente com as autoridades do Governo da Bahia, Ministério Público local, adotem todas as medidas cabíveis que permita apurar e punir a responsável pela ação criminosa ora noticiada”. Verri acrescentou que “a autora da mensagem que divulgou em redes sociais exorbitou do seu direito constitucional de livre manifestação, a partir do momento em que fez a opção por assacar ofensas contra a honra do Parlamentar Federal, atribuindo-lhe, inclusive, condutas tipificadas no Código Penal.

Denúncia

No mesmo dia em que foi atacado, o deputado Valmir Assunção repudiou os crimes dos quais foi vítima e acionou imediatamente a Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) para apurar o caso. O deputado petista disse que a situação é grave e que não recuará diante das atrocidades que foi obrigado a ouvir.

“Não posso me abster de denunciar isso, pois sei que o País ainda possui em sua sociedade pessoas racistas e desinformadas. O fato de eu ser negro é motivo de orgulho. A ignorância das pessoas diante desse processo histórico só dificulta a atuação política em Itamaraju e em outras regiões da Bahia e do Brasil. Vou até o fim para que essa pessoa seja punida devidamente dentro da lei”, afirmou Valmir Assunção.

 

Leia a íntegra da representação à Procuradoria Parlamentar:

Representação

Leia mais:

Racismo Representação à Procuradoria Parlamentar – Ofensa ao Dep. Valmir Assunsão – 13,4.2020 (1)
Valmir Assunção é vítima de crime de racismo após defender instalação de UTI’s em Itamaraju

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT vai à Justiça contra Bolsonaro por monitoramento de parlamentares

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), repudiou hoje (20), em nota oficial, o monitoram…