Home Portal Notícias Enio Verri critica incompetência de Bolsonaro e cobra liberação de ajuda emergencial ao povo

Enio Verri critica incompetência de Bolsonaro e cobra liberação de ajuda emergencial ao povo

8 min read
0

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), criticou duramente o presidente de extrema direita Jair Bolsonaro pela inação e incompetência na condução do combate à crise econômica e sanitária que o Brasil atravessa no momento em função da pandemia de coronavírus. “Está provado que Bolsonaro é absolutamente incompetente para dirigir o País, não só na presente crise, mas em qualquer momento”, afirmou, frisando que “às vezes duvida da sanidade (mental) do presidente da República”.

Como exemplo de despreparo, citou a não liberação, até o momento, dos recursos emergenciais aprovados pelo Congresso Nacional para ajudar trabalhadores informais e outros segmentos a enfrentar a crise.  “Se o governo não tem a competência mínima para pagar a população, pegue o boné e vá para casa, porque o povo não precisa de presidente como você”, afirmou o líder em discurso, por videoconferência,  na noite de terça-feira (31), durante sessão da Câmara.

Panelaço

Para o líder, quem votou em Bolsonaro esperava “uma vida melhor”, mas está percebendo que o capitão-presidente está atuando para “condenar o povo ao caos”. Enio Verri observou que os massivos panelaços contra Bolsonaro em todo o Brasil, na noite de terça-feira, demonstraram claramente a insatisfação da população, de todo o leque político e ideológico, com o governo atual.“O País precisa é de que alguém que o dirija com responsabilidade e competência e garanta, neste momento, a sobrevivência do povo”, disse o líder do PT.

A ajuda emergencial aprovada pelo Congresso, a partir de sugestão do PT e dos partidos de oposição, garante até R$ 1200,00 por família. Mas até agora o governo não definiu quando vai iniciar a liberação dos recursos a milhões de brasileiros. “Querem que o povo comece a invadir supermercados e lojas ou vá para a rua pegar coronavírus?”, indagou o líder do PT.

Paralisia do governo

Enio Verri observou que no resto do mundo – inclusive na meca do capitalismo, os Estados Unidos – os governos têm agido para manter empregos e o funcionamento das empresas, além de medidas que permitam à população atravessar a turbulência atual, mas, no Brasil nada de concreto ainda aconteceu, diante da paralisia do governo Bolsonaro.

O que Bolsonaro fez, disse Verri, foi “piorar a vida da população ao incentivar  o fim do isolamento social para enfrentar o coronavírus”. O líder petista  assinalou também que o governo anunciou que iria liberar R$ 40 bilhões  para micro e pequenas empresas, mas nada saiu do papel e, para agravar a situação, os bancos ainda aumentaram os juros e o acesso ao crédito piorou.

Isolamento social

Verri destacou que no mundo todo há soluções para enfrentar a crise, mas o governo Bolsonaro insiste em ignorá-las. Além do isolamento social, que o presidente brasileiro tentar sabotar, os governos do mundo todo têm agido diretamente para  ajudar a sobrevivência da população. Entre as medidas citadas pelo líder do PT, estão o pagamento de aluguel, salários, ajudas às empresas e medidas de estímulo ao consumo interno, para fazer a economia girar.

“Não há economistas de esquerda ou direita que falem diferente, não há limites para se defender a vida, é preciso colocar todos os recursos possíveis para socorrer as pessoas”, recomendou o líder do PT.

O parlamentar destacou que no Brasil, ao contrário de muitos outros países, o impacto da pandemia, do ponto de vista econômico e social, é mais grave. Isso porque há quase quatro anos – desde o golpe de 2016 – o País sofre com políticas neoliberais. “Nesse período, tivemos o enfraquecimento do Estado, a retirada de direitos, o empobrecimento da população e, principalmente, a inclusão de 40 milhões de brasileiros em situação de informalidade, trabalhando para sobreviver sem nenhuma garantia e perspectiva de futuro”.

Leia mais:

PT protocola projetos para garantir emprego e pagamento de salário durante a pandemia e evitar a falência de empresas

PT defende renda imediata para pessoas de baixa renda e crédito para micro, pequenas e médias empresas

PT propõe que governo pague salários e aumente para $300 bi o crédito para empresas

Câmara aprovou renda emergencial; saiba como obter os benefícios

 

PT na Câmara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT vai à Justiça contra Bolsonaro por monitoramento de parlamentares

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), repudiou hoje (20), em nota oficial, o monitoram…