Home Portal Notícias Coronavirus Pandemia: Oposição pede a renúncia imediata de Bolsonaro

Pandemia: Oposição pede a renúncia imediata de Bolsonaro

8 min read
0

Jair Bolsonaro consegue algo inédito, a união de líderes de diversos partidos para lançar um documento o acusando de ser “um presidente da República irresponsável”, além de “não ter condições de seguir governando o Brasil e de enfrentar essa crise, que compromete a saúde e a economia”.

O texto também denúncia Bolsonaro de cometer crimes, fraldar informações, mentir e incentivar o caos em meio a pandemia que o mundo está vivendo.

O manifesto é assinado pelos ex-candidatos à presidência Fernando Haddad (PT-SP), Ciro Gomes (PDT-CE) e Guilherme Boulos (PSOL-SP), pela candidata a vice de Haddad, Manuela D’avila (PCdoB). Além de outras personalidades como a presidenta do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR) e o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Para o líder da Minoria na Câmara, deputados José Guimarães (PT-CE), a Oposição tomou a melhor iniciativa para buscar um caminho que preserve a soberania, a democracia e a vida ameaçada do povo brasileiro. “Nasce uma esperança. Essas forças políticas que têm efetivamente compromisso com o País e com a vida demonstram altivez, compromisso social e, sobretudo, compromisso com a ordem democrática institucional do País. É urgente sentarem e buscarem uma solução para grave crise que Bolsonaro meteu o Brasil. Ele não tem as condições mínimas de fazer a gestão nessa crise da saúde pública e sanitária que o povo brasileiro está vivendo”, enfatizou.

“Diariamente, o presidente Bolsonaro nos dá provas de sua incapacidade para governar. No momento em que o País mais precisa de uma liderança proativa, ele insiste em agir de forma irresponsável, colocando a vida dos cidadãos em risco. Ele não tem as condições necessárias para permanecer no cargo e deve renunciar. Temos que agir com rapidez e seriedade para evitar que milhares de brasileiros morram por causa da pandemia. Não podemos mais tolerar os absurdos do Bolsonaro”, enfatiza a deputada Margarida Salomão (PT-MG).

O ex-ministro da saúde e deputado Alexandre Padilha (PT-SP) também defende a renúncia de Bolsonaro. “O Brasil tem que viver. Esse manifesto inédito de líderes de oposição representa o clamor do povo, enquanto o Bolsonaro estiver como presidente a sequência de mortes será inevitável”, alertou e defendeu: “Bolsonaro precisa passar o bastão”.

Para o bem do Brasil, segundo o líder da Minoria no Congresso, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), “Bolsonaro precisa sair”. Segundo o deputado, o presidente despreza o povo brasileiro. “Já deu! Bolsonaro demonstrou não só sua incompetência, mas também que despreza o povo brasileiro. Só se interessa em favorecer seus amigos capitalistas e ser subserviente aos EUA”, criticou.

Bolsonaro irresponsável

Alexandre Padilha condenou o passeio de Bolsonaro pelas ruas do Distrito Federal, neste domingo (29), indo contra todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de seu ministro da saúde que pedem o isolamento social. “A sua atitude no último domingo revelou isso. Enquanto ele estiver presidente não existe coordenação possível no enfrentamento do coronavírus”, alertou.

Na avaliação do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) é preciso avançar e dizer com todas as letras “Fora Bolsonaro”. E enfatizou: “Fora Bolsonaro porque o Brasil não suporta mais a tua irresponsabilidade criminosa e nós não queremos ver nossos filhos e filhas morrerem por conta da tua insanidade”.

Paulo Pimenta disse que o manifesto reflete o sentimento recente da sociedade brasileira. “O Brasil não tem condições de enfrentar essa pandemia com Bolsonaro a frente da presidência da República. Ele orienta os seus apoiadores contra as políticas públicas que podem garantir uma redução significativa do número de mortes do efeito dessa tragédia no País”.

O deputado do PT gaúcho afirmou ainda que Bolsonaro age como um “genocida”, um “criminoso”. “Ele não tem qualquer preocupação em salvar a vida, em salvar a economia e sim em manter a lógica de um projeto de poder perverso que envolve ele, os filhos e as relações criminosas que sustentam ele no nosso País no atual momento que nos estamos vivendo”, denunciou.

Leia a íntegra do manifesto:

Pandemia: Haddad, Ciro e Boulos pedem a renúncia imediata de Bolsonaro

Lorena Vale
Foto: Lula Marques

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líder do PT cobra explicações do governo sobre diretor do BC que vive nos EUA

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), protocolou hoje (24) requerimento de informações…