Home Portal Notícias Coronavirus Pandemia: Bancada do PT votará de forma unânime a favor de projeto que garante renda básica emergencial

Pandemia: Bancada do PT votará de forma unânime a favor de projeto que garante renda básica emergencial

11 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara manifestaram nesta quinta-feira (26) apoio integral ao projeto de lei que prevê a criação de um programa de renda básica emergencial para as famílias mais pobres do País, enquanto durar a situação de calamidade pública provocada pela pandemia do coronavírus (Covid-19). A votação deve ocorrer ainda hoje no plenário da Câmara. Em manifestações pelo Twitter, os parlamentares destacaram que a medida é fruto de uma primeira iniciativa protocolada pelo PT que também garantia uma renda mínima de 1 salário mínimo a cerca de 100 milhões de brasileiros, beneficiários de programas sociais e trabalhadores informais e de baixa renda.

A proposta, apresentada pelos partidos de Oposição ao governo Bolsonaro, prevê uma renda emergencial a famílias que recebem de meio salário mínimo per capita até três salários mínimos no total. O valor do benefício será de um a dois salários mínimos por família.

Segundo informação da Agência Câmara de Notícias, a proposta deve gerar um gasto de R$ 60 bilhões por mês, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado para o enfrentamento da epidemia. Ao todo, os gastos podem chegar a R$ 360 bilhões até o final do ano, com prorrogação possível por mais um mês após a emergência.

Para o líder do PT na Câmara, deputado Enio Verri (PT-PR), o custo da proteção aos menos favorecidos segue a linha das ações que vem sendo adotadas por outros países do mundo. “Os EUA se comprometeram, contra a pandemia de coronavírus, a investir US$ 2 trilhões, ou R$ 10 trilhões.

Ninguém pede a Bolsonaro que invista R$ 3 trilhões acima do PIB do Brasil, apenas alguns bilhões que salvem centenas de milhares de vidas brasileiras, que valem cada centavo”, contabilizou.

O líder da Minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), informou que “o Projeto deve ser pautado ainda hoje”, para ser votado no plenário da Câmara. “Precisamos garantir dignidade humana, prevista na Constituição Federal!”.

Já o deputado Alexandre Padilha (PT-SP), ex-ministro da Saúde durante o governo Dilma Rousseff, ressaltou que “toda medida que proteja o trabalhador e a trabalhadora nesse momento de pandemia não é só urgente e necessária, mas também humana e estratégica”.

Por sua vez, o atual presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, deputado Helder Salomão (PT-ES), disse que a Bancada do PT votará de forma unânime a favor da proposta. “Para o PT, sua vida importa!”, afirmou.

Outros parlamentares petistas também destacaram que a medida é crucial para garantir a sobrevivência de milhões de brasileiros durante a atual crise sanitária. Leia abaixo outras mensagens:

Deputada Professora Rosa Neide (PT-MT) – “A Câmara de Deputados está dando uma aula de humanismo. Houve acordo anunciado por Rodrigo Maia e hoje aprovaremos a renda mínima emergencial de um salário mínimo. Se a quarentena é para todos, o Estado tem que assegurar. O PL é de iniciativa do PT, PCdoB, Psol, PSB, PDT e REDE”.

Deputado Marcon (PT-RS) – “Hoje será votado o projeto de lei da Bancada do PT na Câmara, com a assinatura do Marcon, o qual estabelece o seguro emergencial de renda, de R$ 1045,00, para pessoas de baixa renda poderem se proteger frente à pandemia do Covid-19. Pelo direito à vida, o PT faz bem ao Brasil!”

Deputado Zé Neto (PT-BA) – “Vamos trabalhar hoje na Câmara Federal para aprovar a proposta do PT e outros partidos de oposição que garante renda mínima de 1 salário mínimo para os brasileiros mais pobres. Presidente Rodrigo Maia acenou positivamente. Vamos à luta!”

Deputado Vander Loubet (PT-MS) – “Esperamos que todos os deputados tenham sensibilidade de entender que essa medida é mais que necessária para ajudarmos a população a superar esse momento difícil”.

Deputado Pedro Uczai (PT-SC) – “O financiamento será feito com recursos da União e o programa operado pela Caixa Econômica Federal. O texto define ainda que o pagamento será feito prioritariamente à mulher”.

Deputado Paulo Teixeira (PT-SP) – “Hoje devemos votar o projeto de renda mínima emergencial que garante de R$ 500 até 1 salário mínimo por família. É fruto de um acordo com a oposição, com o PT, PCdoB, Psol, PDT, PSB e Rede”.

Deputado Paulo Pimenta (PT-RS) – “O PT tem compromisso com a vida do povo! Em conjunto com a oposição, apresentamos projeto que garante uma renda emergencial básica de 1 salário mínimo para quem mais precisa! Depois de importante negociação, votaremos hoje!”

Deputado Nilto Tatto (PT-SP) – “O PT apresentou com outros partidos de oposição o projeto de Renda Básica, que deve ser votado ainda hoje na Câmara dos Deputados. Precisamos urgentemente aprovar esta medida para ajudar as famílias mais pobres a atravessar esta pandemia”.

Deputado Padre João (PT-MG) – “O nosso compromisso é com o povo trabalhador. Pensando nisso o PT, em conjunto com a oposição, apresentou projeto que garante renda emergencial básica de até 1 salário mínimo para famílias mais pobres. Depois de intensa negociação, votaremos hoje, dia 26”.

Deputado Patrus Ananias (PT-MG) – “Nós, deputados do PT, junto de representantes dos outros partidos da Oposição, construímos o Programa de Renda Cidadã Emergencial com o objetivo de garantir renda para famílias em condição de vulnerabilidade social. Salvar vidas deve ser prioridade”.

Deputado Carlos Veras (PT-PE) – “É neste momento de crise que as pessoas mais precisam do Estado. As medidas devem ser, prioritariamente, para preservar a vida. Vamos defender, hoje, na Câmara dos Deputados, a aprovação da renda mínima emergencial às pessoas mais vulneráveis”.

Deputado Waldenor Pereira (PT-BA) – “A renda básica emergencial para famílias de baixa renda é de extrema importância neste momento de crise e enfrentamento ao coronavírus. A proposta do PT e oposição será votada hoje e conta com o meu voto favorável à aprovação do projeto. Cuidar dos que mais precisam é prioridade”.

Héber Carvalho com Agência Câmara de Notícias

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bancada do PT apresenta projeto de lei para ampliar alcance do Bolsa Família

Diante do agravamento da crise social no Brasil, com aumento do desemprego e da pobreza ge…