Home Portal Notícias Coronavirus Coronavírus: Isolar apenas idosos e pessoas com doenças não é uma opção segura, afirmam petistas

Coronavírus: Isolar apenas idosos e pessoas com doenças não é uma opção segura, afirmam petistas

5 min read
0

Após fazer um pronunciamento irresponsável e se opondo contra todas as recomendações de cientistas, das autoridades da saúde e da própria Organização Mundial da Saúde (OMS), o presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quarta-feira (25), que pedirá ao Ministério da Saúde mudança na orientação de isolamento da população durante a pandemia do COVID-19. Bolsonaro defende que o isolamento seja adotado apenas para idosos e pessoas com comorbidades, indo na contramão de todos os países do mundo.

“A flagrante necessidade de reclusão da população para frearmos a disseminação do coronavírus – é o que todos os governos do planeta estão fazendo –, é indissociável da necessidade de os governos proverem renda para que as famílias possam permanecer em casa com comida, com medicamentos, com dignidade”, alertou o médico baiano, deputado Jorge Solla (PT-BA).

O parlamentar destacou que isolar apenas os idosos e pessoas com doenças crônicas não é uma opção factível num País em que mais de 90% dessas pessoas dividem o mesmo teto com seus filhos e netos. “O presidente sabe disso. Sua reação não tem outra motivação que não a defesa do interesse dos empresários que lhe elegeram e não suportam a hipótese de reduzir seus lucros e ter de repartir parte de sua riqueza em favor da vida de milhões de trabalhadores. Ele é o porta-voz do capitalismo mais cruel”, disse Solla.

Apesar das críticas do presidente, em diversos estados do Brasil os governadores têm determinado quarentena, com fechamentos temporários do comércio, escolas e serviços não-essenciais para evitar o avanço do vírus.

Para ex-ministro da saúde, deputado Alexandre Padilha (PT-SP) Bolsonaro tinha que ser impedido de usar os meios de comunicação. “Os pronunciamentos de Bolsonaro além de desrespeitarem a OMS e as autoridades sanitárias brasileiras desmobilizam o governo federal nas ações da COVID-19. Não à toa o Ministério da Saúde não abriu nenhum novo leito de UTI e só agora começa a distribuir número insuficiente de testes e máscaras. Bolsonaro tem que ser impedido de requisitar cadeia nacional de rádio e TV, instrumento de utilidade pública, não de difusão do seu terraplanismo sanitário”.

Despreparo

O deputado Henrique Fontana (PT-RS), que também é médico, afirmou que Bolsonaro está mostrando total despreparo para conduzir o Brasil nesta grave crise do coronavírus. “A negação das evidências científicas e a alimentação de falsos conflitos no lugar de medidas reais para defender a vida dos brasileiros e a economia do País são uma grande irresponsabilidade. Vamos seguir trabalhando para encontrar as soluções que o Brasil espera para atravessar esse momento.”

Lorena Vale

Foto: Roberto Parizotti-Divulgação

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro ignora o povo: 10 milhões de brasileiros pediram e até hoje não receberam ajuda emergencial

“O governo não sabe operar o auxílio emergencial esta é a verdade”, critica a presidenta d…