Home Portal Notícias Coronavirus Presidência da República tem que informar sobre teste de Coronavírus em Bolsonaro, defende petista

Presidência da República tem que informar sobre teste de Coronavírus em Bolsonaro, defende petista

4 min read
0

O deputado federal Rogerio Correia (PT-MG) protocolou hoje (24), na Controladoria Geral da União e na Presidência da República, requerimento em que cobra informação a respeito do teste sobre coronavírus feito pelo presidente Jair Bolsonaro. O parlamentar lembrou a informação é de interesse de todo o povo brasileiro. “Sonegar ou prestar falsa informação é crime de responsabilidade”, alertou o deputado.

Correia observou que 23 pessoas da comitiva que acompanhou Bolsonaro aos Estados Unidos há duas semanas testaram positivo para o vírus. “ O Brasil precisa da verdade! O presidente foi infectado?”, indagou ele no requerimento endereçado ao ministro Jorge Antonio de Oliveira Francisco, da Secretaria-Geral da Presidência da República, e ao ministro Wagner de Campos Rosário, da Controladoria Geral da União.

Sigilo intolerável

Na opinião do deputado, por se tratar do presidente da República “torna-se fundamental que a informação seja de domínio público”, sobretudo tendo em vista que foi decretada calamidade pública pelo Congresso Nacional, levando milhões de brasileiros a enfrentar uma quarentena e severas restrições de locomoção para evitar espalhar o vírus.

Bolsonaro, desde que chegou dos EUA, tem- se recusado a mostrar exames sobre se contraiu ou não a doença, embora haja suspeita de que o teste tenha dado positivo. Ele já apareceu em eventos públicos de máscara e tossindo, dando mau exemplo num momento em que o Ministério da Saúde recomenda confinamento social para todo mundo, em especial os sob suspeição de ter o vírus.

Bolsonavírus

Mais do que isso, no dia 15 último, quando se já se recomendava a ele isolamento, logo depois da confirmação de que membros de sua comitiva que viajaram no mesmo avião que ele estavam com o Coronavírus, Bolsonaro participou de uma manifestação de rua com apoiadores seus que pregavam fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal- a imprensa informou que Bolsonaro cumprimentou mais de 100 pessoas, podendo ter passado a elas o vírus.

Rogério Correia disse que no dia 15 Bolsonaro não só contrariou a Constituição, ao pregar a desarmonia entre os Poderes, como também feriu leis por ser potencialmente propagador de vírus de uma pandemia que tem exigido todos os esforços nos âmbitos federal, estaduais e municipais para evitar que a crise sanitária saia do controle.

 

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Lula: “É preciso um Estado forte”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou nesta quinta-feira (2) a condução do go…