Home Portal Notícias Manchetes Petista cobra explicações da Presidência da República sobre quem pagou comediante fantasiado de Bolsonaro

Petista cobra explicações da Presidência da República sobre quem pagou comediante fantasiado de Bolsonaro

5 min read
0

O deputado Alencar Santana (PT-SP) protocolou hoje (4) requerimento de informações ao ministro-chefe da Casa Civil, general Walter Souza Braga Netto, sobre a interação jocosa ocorrida na manhã desta quarta-feira, em frente ao Palácio da Alvorada, entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o comediante Márvio Lúcio, conhecido como Carioca.

Numa manifestação histriônica com o comediante, conforme definiu Alencar, Bolsonaro saiu do Palácio da Alvorada sem comentar o pífio resultado de crescimento de 1,1% do PIB (Produto Interno Bruto) de 2019, o menor dos últimos três anos.

Em vez de falar sobre o resultado desastroso, Bolsonaro armou uma encenação com o comediante, que desceu de um carro oficial vestido de preto com uma faixa presidencial. Carioca então perguntou aos jornalistas que estavam na porta do Palácio à espera de Bolsonaro se eles tinham perguntas e ofereceu uma banana aos profissionais – referência a um gesto anterior de Bolsonaro ao interagir com a imprensa.

Quem pagou pela palhaçada?

No requerimento de informações, o parlamentar petista indaga o general sobre quem pagou a encenação histriônica. “Foi contratada pelo poder público? Qual órgão? Qual foi o tipo de contrato? Quanto custou e qual a finalidade?”.

Alencar Santana quer saber também se, no caso de o evento ter sido promovido por alguma rede rádio ou TV, se foi previamente autorizado pela Presidência da República. Nesse caso, “Quem o convidou? Por que o ator estava no carro presidencial? Qual a intenção do ato? O que justifica tal ação?”.

O deputado argumenta que é “fundamental a obtenção das informações ora requisitadas para a adoção das medidas cabíveis contra essa medida frontalmente contrária à moralidade administrativa, com o uso indevido de símbolos nacionais e de bens públicos para desonrar os valores da República Federativa do Brasil”.

O parlamentar criticou duramente Bolsonaro pela tentativa de fazer piada com a “lamentável notícia” sobre o fraco crescimento do PIB. Alencar criticou o fato de o comediante estar fantasiado de presidente da República “para fazer troça frente a profissionais de imprensa, simulando o odioso gesto de ‘distribuição de bananas’ a esses jornalistas e imitando de forma constrangedora a maior autoridade do País”.

“A despeito do péssimo gosto em fazer blague num momento em que há uma piora do quadro econômico, o que reforça o quadro de miséria e de desigualdade crônicas no País, assolado pelo número indecente de desempregados, o ignominioso ato perpetrado pelo Senhor Presidente da República, humilhando seus próprios concidadãos, merece esclarecimentos porquanto símbolos nacionais foram conspurcados e bens públicos da União utilizados de forma indevida por alguém que jurou respeito à Constituição e que se diz patriota, provavelmente servindo o escárnio realizado como plataforma de publicidade para fins particulares”, diz trecho do requerimento endereçado ao general que dirige a Casa Civil.

 

Abaixo, a íntegra do requerimento

Alencar Santana

PT na Câmara 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Omissão de Bolsonaro une Legislativo, comunidades tradicionais e entidades na busca de caminhos para salvar o Pantanal

Durante dois dias de agendas intensas, parlamentares que compõem a Comissão Externa design…