Home Portal Notícias Gleisi: petroleiros estão em greve para salvar a Petrobras da privatização

Gleisi: petroleiros estão em greve para salvar a Petrobras da privatização

7 min read
0

Iniciada no dia 1º de fevereiro, a greve dos petroleiros e petroleiras da Petrobras entra em seu 17º dia deixando um recado claro para o Brasil: as paralisações dos mais de 20 mil trabalhadores é legítima e seu objetivo principal é evitar que a maior estatal do País seja dizimada pelo desgoverno de Jair Bolsonaro.

Em conversa com quatro dos grevistas, a presidenta Nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), colocou o partido à disposição para levar ao Congresso todas as reivindicações da categoria, bem como manter a campanha para mostrar a população as verdadeiras intenções da paralisação.  “Os petroleiros querem negociar. O que vamos reivindicar é a suspensão das demissões e a gente retomar a luta pelo Congresso contra privatização. Não tem nenhuma intransigência da categoria”, reiterou a presidenta durante a live transmitida ao vivo pelas redes sociais nesta segunda (17). A deputada ainda usou a tribuna da Câmara dos Deputados para se solidarizar com os petroleiros e com os caminhoneiros que também paralisaram as atividades a partir desta segunda-feira.

Os petroleiros querem negociar. O que vamos reivindicar é a suspensão das demissões e a gente retomar a luta pelo Congresso contra privatização. Não tem nenhuma intransigência da categoria”, disse Gleisi.

Um dos que estão desde o início da greve na sede da empresa no Rio de Janeiro, o diretor da Federação Única dos Petroleiros (FUP) Deyvid Bacelar concorda com a parlamentar petista.  “O PT tem dado apoio desde o dia 1º de fevereiro, não só institucional, como de sua militância. E temos que reafirmar que a nossa pauta é muito clara: ela ocorre para combater as demissões em massa que ocorreram sem discussão na Fafen Paraná. Portanto, a greve é contra as medidas unilaterais. Se essas medidas que pavimentam a privatização forem suspensas nós paramos a greve. Queremos construir uma saída, mas com negociação.

Governos petistas nunca combateram greve

A greve em andamento já é tida como a maior da categoria desde 1995, paralisação que durou 32 dias durante o governo neoliberal de FHC e combatia pautas semelhantes às que estão em curso como evitar a privatização da empresa. Os tempos, no entanto, estão ainda mais sombrios já que o entreguismo bolsonarista tem camadas subservientes e antipopulares jamais vista na história do País.

As duas grandes greves dos petroleiros também possuem outro ponto de convergência: o boicote dos veículos do Grupo Globo de jornalismo: “O editorial do jornal O Globo tentando atribuir à greve como movimento político é um absurdo. Durante os governos do PT foram muitas as paralisações não só de petroleiros como de diversas outras categorias. A diferença é que a nossa gestão sempre valorizou o diálogo para ouvir quais eram as reivindicações dos trabalhadores”.

Também presente na conversa, Cibele Vieira, diretora FUP e membro do Sindipetro-SP, vai além ao desmentir com números a falácia de que o PT quebrou a estatal. Não me surpreende mais alguns dados que tentam espalhar por aí sem apresentar nenhum número. É só pegar o que foi a Petrobras durante os governos petistas e o que tem sido depois do golpe. Então quem é que está acabando com a Petrobras?”, indagou.

Para quem ainda duvida, eis alguns números: se comparado com a gestão de FHC, os governos de Lula fizeram com que o lucro da Petrobras passasse de R$ 8 bilhões para R$ 23 bilhões; valor de mercado, de R$ 54 bilhões para R$ 216 bilhões; o investimento em pesquisa e desenvolvimento (responsáveis pela descoberta do pré-sal) saltou de R$ 147 milhões para 1,2 R$ bilhão. A participação do PIB, passou de 3 a 13%.

Veja o vídeo de Gleisi com os petroleiros:

DEFESA DA SOBERANIAA presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), fala sobre a importância da greve dos petroleiros e sua ligação direta com a defesa da democracia e da liberdade econômica brasileira.Não ao desmonte da Petrobras!

Posted by PT na Câmara on Monday, February 17, 2020

 

Por Agência PT de Notícias

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

CPMI das Fake News é prorrogada; petistas afirmam que “gabinete do ódio” está ativo no Planalto

O Congresso Nacional impôs nessa quinta-feira (2), mais uma derrota ao presidente Jair Bol…