Home Portal Notícias João Daniel destaca que Marcelo Déda é inocentado, e Veja vai pagar indenização à família do ex-governador

João Daniel destaca que Marcelo Déda é inocentado, e Veja vai pagar indenização à família do ex-governador

4 min read
0

O deputado João Daniel (PT-SE) usou a tribuna da Câmara nesta quinta-feira (13) para anunciar a decisão da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, que inocentou o ex-governador de Sergipe,  Marcelo Déda (PT),  das ofensas publicadas pela revista Veja em 2006. O tribunal também, em decisão final, determinou que a revista pague uma indenização no valor de R$ 200 mil à família. “Ficou comprovado que era mentira, falso, inverdade aquilo que foi publicado por essa revista contra Marcelo Déda”, enfatizou.

João Daniel acrescentou que a Veja, assim como grande parte da mídia brasileira, “de meia dúzia de famílias poderosas, aliadas ao grande capital e à elite, sempre tentou destruir lideranças populares de esquerda”. E lamentou: “Sempre atacam pelo lado da moral, da ética, e nesse caso de Marcelo Déda, por denúncias caluniosas, difamações”.

Marcelo Déda, que faleceu em 2014, dedicou boa parte de sua vida fazendo a defesa dessas acusações publicadas pela Veja. “É claro que a militância, o povo sergipano sabia da honestidade, da ética, da moral, da dignidade do governador Déda. Ele nos deixou, mas o processo continuou. Continuou a luta pela verdade dos fatos, que demorou mas chegou” reforçou João Daniel.

O parlamentar enfatizou que o povo brasileiro não pode conviver com a mentira. “Nós temos a obrigação de defender a verdade. Não podemos permitir que as pessoas sejam destruídas, que sejam inventadas calúnias, mentiras”. Ele disse ainda que acompanha, hoje, com muito carinho e cuidado o processo contra o ex-presidente Lula. “Eu enxergo essas denúncias ao Lula como o que aconteceu com o nosso saudoso e querido Déda. Um dia a verdade vai vencer! Um dia teremos justiça!”.

A expectativa de João Daniel é a de que um dia os tribunais que têm “dignidade” deem ao Lula aquilo que ele merece, “que é a verdade sobre os fatos contra essa perseguição, essa mentira montada, contada, processada, em especial por aquele que hoje é o capanga da Família Bolsonaro: o juiz Sérgio Moro, que ganhou, como presente, o Ministério da Justiça”, completou.

João Daniel concluiu afirmando que o PT tem a obrigação de fazer a defesa da verdade e da justiça, para que nenhum brasileiro, nenhuma brasileira, possa ser condenado, linchado nesta sociedade pela mentira e por aqueles preconceituosos que resolveram achar que vale a pena mentir, enganar e construir outra narrativa, que não a verdade.

 

Vânia Rodrigues

Foto: Gustavo Bezerra

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Natália Bonavides conversa com Lula sobre atuação política e juventude

A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) e o ex-presidente Lula tiveram uma conversa e…