Home Portal Notícias Artigos Lula denuncia desmonte de direitos do povo e destaca papel do PT na retomada do desenvolvimento com inclusão social

Lula denuncia desmonte de direitos do povo e destaca papel do PT na retomada do desenvolvimento com inclusão social

9 min read
0

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em artigo sobre os 40 anos de fundação do PT, destacou a importância do papel da Bancada do partido na Câmara dos Deputados para enfrentar os retrocessos implementados pelo governo de extrema direita Jair Bolsonaro. “Nesse momento difícil da história do País, em que promovem o desmonte de nossa soberania e dos direitos dos trabalhadores, a bancada de deputado do PT ainda é mais importante para o povo brasileiro, e terá que se desdobrar ainda mais para retomarmos o rumo do desenvolvimento com inclusão social”, escreveu Lula.

Ele frisou o papel estratégico da Bancada na implementação das políticas públicas dos governos do PT, entre 2003 até o golpe de 2016. “Sem a combativa atuação da Bancada, nossos governos não teriam implantado um modelo de desenvolvimento econômico com inclusão social que retirou 36 milhões de brasileiros da extrema pobreza”, afirmou.

As ponderações de Lula foram feitas em texto exclusivo para o PT na Câmara, em jornal especial sobre os 40 anos do partido. O ex-presidente recordou o tempo em que atuou como deputado constituinte, observando que integrou a Bancada num “momento em que o Brasil voltava à normalidade democrática, após duas décadas de ditadura”. Ele destacou que “foram apenas quatro anos, mas que me deixaram lições para toda a vida. Aprendi, sobretudo, a fazer política de cabeça erguida”.

Leia a íntegra do artigo:

 

A Bancada na Câmara e os 40 anos do PT

Tive a honra de integrar a bancada do PT na Câmara dos Deputados no momento em que o Brasil voltava à normalidade democrática, após duas décadas de ditadura. Foram apenas quatro anos, mas que me deixaram lições para toda a vida. Aprendi, sobretudo, a fazer política de cabeça erguida.

Foto: Paula Simas

Cinco deputados apoiaram a criação do PT e formaram a nossa primeira bancada, que este ano comemora quatro décadas de luta. Em 1982, elegemos oito deputados, que lutaram bravamente ao lado da maioria do povo brasileiro pelas Diretas Já. Mas o nosso verdadeiro batismo de fogo viria em 1986, com a Assembleia Nacional Constituinte, ponto culminante do processo de redemocratização do Brasil.

Lembro que a nossa participação começou antes de todo mundo, porque no dia da instalação da Constituinte nós chegamos com uma proposta de Regimento Interno e com um projeto de Constituição construído com ampla participação da sociedade civil organizada.

Éramos apenas 16 constituintes, mas nos multiplicávamos por dez, ou por quantos fossem necessários, em cada reunião das comissões e subcomissões, nas audiências públicas, nos debates em plenário, nas articulações com partidos aliados, nos eternos embates e nos acordos pontuais com nossos adversários. Lutamos por cada artigo, cada parágrafo e cada inciso, para que a Constituição refletisse o Brasil que sonhávamos.

Não conquistamos todas as vitórias que o país precisava naquele momento de transição democrática, mas avançamos na construção das bases do Estado de Direito, nas proteções sociais, nos direitos dos trabalhadores, na criação do SUS, na defesa das mulheres, dos negros, dos índios e do meio ambiente, entre outros pontos fundamentais.

Cada geração de parlamentares do PT que veio depois lutou bravamente em defesa dessa Constituição. Lutou pela soberania nacional, pelo aperfeiçoamento da democracia, pelo acesso universal à saúde e à educação de qualidade. Lutou contra todos os retrocessos, entre os quais o golpe que destituiu a presidenta Dilma Rousseff,  e continua lutando contra a tentativa de jogar por terra os avanços que conquistamos. Lutamos e lutaremos sempre, porque esta é a história do nosso partido e da nossa bancada.

Sem a combativa atuação dessa bancada, nossos governos não teriam implantado o modelo de desenvolvimento econômico com inclusão social que retirou 36 milhões de brasileiros da extrema pobreza.

Cada brasileiro que passou a fazer três refeições por dia, cada família que realizou o sonho da casa própria, cada jovem pobre que conquistou seu diploma universitário, cada criança que passou a estudar à luz de uma lâmpada elétrica e não mais em meio à fumaça de uma lamparina, cada trabalhador rural ou urbano, cada empresário ou empreendedor beneficiado por alguma das políticas públicas que revolucionaram este país: todos têm uma dívida de gratidão com os deputados e as deputadas do PT, que honraram seus mandatos cumprindo a missão de ajudar a construir um Brasil mais desenvolvido e mais justo.

Foto: Ricardo Stuckert

Nesse momento difícil da história do país, em que promovem o desmonte da nossa soberania e dos direitos dos trabalhadores, a bancada de deputados do PT ainda é mais importante para o povo brasileiro, e terá que se desdobrar ainda mais para retomarmos o rumo do desenvolvimento com inclusão social.

Parabéns a todos e todas que fizeram e fazem parte desta história. Que venham os próximos 40 anos.

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República (2003-2010) e ex-deputado constituinte

 

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Governo Bolsonaro é ameaça à democracia e ao meio ambiente, denuncia Dilma

A ex-presidenta Dilma Rousseff classificou como “capenga” a democracia no Brasil, diante d…