Home Portal Notícias Legado dos 13 anos do PT no poder provoca mudanças estruturais

Legado dos 13 anos do PT no poder provoca mudanças estruturais

6 min read
0

O dia 10 de fevereiro registra os 40 anos de coragem, esperança, luta e resistência do PT. Nesse período, 13 anos foram dedicados a governar o Brasil de forma transparente, inclusiva e com justiça social. O partido deixou legados importantes, com as mudanças estruturais promovidas pelos seus governos.

Leia abaixo algumas das principais mudanças promovidas pelo PT.

Economia

O grande legado petista pode ser comprovado nos indicadores econômicos. De 2003 a 2016, o Brasil saiu da 13ª posição no ranking global de economias, e chegou a ser a 6ª economia do mundo. Atualmente ocupa a 9ª posição na economia global.

Combate à pobreza

O Bolsa Família foi apontado pelo ONU como modelo de políticas sociais bem-sucedidas, que se transformou no maior programa de transferência de renda do mundo. Desde 2004, mais de 5 milhões de brasileiros deixaram a linha de extrema pobreza. Em 2009, a taxa de pobreza caiu 8%.

Segundo a ONU, a queda da desigualdade no Brasil se deu em virtude do aumento real do salário mínimo de 80% entre 2003 e 2010, da formalização do mercado de trabalho e dos programas de transferência de renda dos governos petistas. O Brasil praticamente eliminou a pobreza.

Valorização do salário mínimo

Outro destaque foi a valorização do salário mínimo. A elevação do mínimo, associada ao aumento da formalização nas relações de trabalho, potencializou a ascensão da classe C. Foram 40 milhões de brasileiros que ascenderam de classe. De 2002 a 2010, o aumento real do salário mínimo atingiu 53,67%. Em 2015, o ganho real alcançou 77,3% acima da inflação acumulada desde 2002, com o maior poder de compra registrado desde 1979.

Pleno emprego

Na gestão do PT foram criados mais de 18 milhões de vagas com carteira assinada. O Brasil de Lula e Dilma atingiu o pleno emprego. Em novembro de 2010, o índice de desemprego atingiu 5,7%, o menor da história. Foram 43,6 milhões de trabalhadores que formalizaram suas relações de trabalho.

Educação

Os governos do PT promoveram uma revolução na educação. Plano Nacional de Educação (PNE), Fies, ProUni, Brasil Carinhoso, Caminho da Escola, Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, Mais Escolas, Reestruturação e Expansão das Universidades Federais, associados à política de valorização dos professores com implantação do Piso Nacional dos Professores e o PNE são exemplos de programas petistas.

Saúde

A saúde recebeu os maiores investimentos da história. Programas como Farmácia Popular, Brasil Sorridente, Samu e Mais Médicos são exemplos de atenção à área. Os recursos foram ampliados, médicos chegaram às comunidades mais longínquas e carentes do País e o SUS se tornou mais acessível.

A atenção básica alcançou mais de 70% da população. Em 2003, o recurso per capita passou de R$ 244,80 para R$ 413,00 em 2013. Os repasses para estados, DF e municípios aumentaram quatro vezes nos governos petistas, pulando de R$ 15,8 bilhões em 2003 para R$ 69,5 bilhões em 2014.

Além dos avanços citados, o PT ainda criou e ampliou programas como o Minha Casa, Minha Vida, Luz para Todos, Cisternas, Programa de Aceleração do Crescimento, Pronaf, Mais Alimentos, Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Minha Casa Minha Vida Rural, entre outros.

 

Benildes Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas cobram votação de PDL para sustar resolução do Conama que acaba com medidas de proteção ambiental

Parlamentares da Bancada do PT reivindicaram na sessão remota desta terça-feira (29) a vot…