Home Portal Notícias PT, PSOL e PCdoB acionam PGR contra Carla Zambelli por compra de votos

PT, PSOL e PCdoB acionam PGR contra Carla Zambelli por compra de votos

3 min read
0

Quando a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), ferrenha defensora da “moral e dos bons costumes”, gravou vídeo em que atribui a propriedade de uma loja da Havan – propriedade de empresário bolsonarista – à família de Dilma Rousseff, nem mesmo seus aliados acreditaram no que viam.  Mas propagar fake news parece não ser o único ato ilícito pelo qual recorre a parlamentar, agora alvo de representação – enviada pelo PT, PSOL e PCdoB à Procuradoria-geral da República – por admitir que “todos os deputados que votaram a favor da Reforma da Previdência tiveram alguma verba”.

A declaração da deputada foi transmitida via mensagem de áudio enviada a Marcos Palermo, Secretário de Saúde de São Carlos (interior de SP), e não deixa dúvidas de que o governo federal criou um balcão de negócios para trocar emendas por votos na aprovação do temido projeto – foram cerca de R$ 1,13 bilhão liberados.

“No momento que o país vive um momento de debate político acirrado, o Governo Federal utilizou-se de métodos ilícitos para conseguir os votos que restavam para aprovação da PEC nº 06/2019”, afirma trecho do documento assinado por 28 parlamentares da oposição.

O texto ainda reitera que “é papel do Ministério Público investigar e representar os interesses indisponíveis da população e defender a Democracia, a Constituição e o devido processo legal” e solicita à PGR que, “verificadas as ilegalidades no descumprimento dos ditames legais/constitucionais, que sejam tomadas as providências administrativas, civis ou penais cabíveis”.

Leia o documento na íntegra:

REPRESENTAÇÃO

Da Agência PT de Notícias

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Cadê o dinheiro do povo?

PT cobra do governo a liberação dos R$ 600 da renda básica emergencial para atender à popu…