Home Portal Notícias Manchetes Deputad@s do PT repudiam ataque dos Estados Unidos e a escalada de guerra eleitoreira de Trump

Deputad@s do PT repudiam ataque dos Estados Unidos e a escalada de guerra eleitoreira de Trump

9 min read
0

Parlamentares do PT repudiaram nas redes sociais o ataque dos Estados Unidos que matou o comandante militar iraniano Qasem Soleimani e provocou uma escalada de guerra no Oriente Médio. Vários deputados e deputadas apontaram o interesse eleitoreiro do presidente Donald Trump – que tentará a reeleição em novembro – como um dos motivos do ataque, que causou a morte de outras cinco pessoas no aeroporto de Bagdá, Iraque.

Outros cobraram posicionamento do governo brasileiro, que tem uma política de submissão automática aos interesses de Washington.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), mencionou a declaração de Jair Bolsonaro sobre um possível aumento do preço dos combustíveis no Brasil. “EUA praticam atentado, provocam aumento do petróleo e a conta vem para o povo brasileiro. Política de alinhamento!”, escreveu.

O líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), lembrou o que ocorreu no Iraque durante o governo de George W. Bush. “O mundo precisa é de paz para que a economia seja recuperada, não de guerra para que um punhado de empresas faturem bilhões como no Iraque, invadido, pilhado e transformado numa colônia a partir da mentira das armas de destruição em massa de Colin Powell e Bush Jr.”, disse o deputado.

Confira abaixo as manifestações da bancada petista.

Gleisi Hoffmann (PT-PR)

Paulo Pimenta (PT-RS)

Alencar Santana (PT-SP)

Maria do Rosário (PT-RS)

Assis Carvalho (PT-PI)

Margarida Salomão (PT-MG)

Erika Kokay (PT-DF)

Paulo Teixeira (PT-SP)

Alexandre Padilha (PT-SP)

Afonso Florence (PT-BA)

Zeca Dirceu (PT-PR)

Rogério Correia (PT-MG)

Célio Moura (PT-TO)

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro escolhe para o MEC empresário que defende a privatização do ensino público e a extinção da pasta

Matéria atualizada às 16h15 O presidente Jair Bolsonaro escolheu o secretário de Educação …