Home Portal Notícias Manchetes Pimenta: Alberto Fernández pode iniciar um novo ciclo de governos progressistas na América Latina

Pimenta: Alberto Fernández pode iniciar um novo ciclo de governos progressistas na América Latina

6 min read
0

Integrando a delegação oficial da Câmara dos Deputados do Brasil em visita a autoridades argentinas, nesta quinta-feira (5), o líder da bancada do PT, Paulo Pimenta (PT-RS), relatou a sua emoção e a coincidência de visões no encontro com o presidente eleito Alberto Fernández.

Pimenta disse ter sentido “enorme emoção” durante o encontro com Fernández. “Em primeiro lugar pela sua simplicidade, sua humildade, sua generosidade. Alberto Fernández teve com o Lula uma conduta que muitos brasileiros não tiveram coragem de ter. Isso é algo que, para mim, tem um valor enorme na política”, ressaltou.

“O seu governo, que eu tenho certeza que será vitorioso e bem sucedido, é uma oportunidade para termos um novo ciclo de governos democráticos, populares, de esquerda, em grande escala na América Latina”, acrescentou o deputado.

Fernández (ver vídeo abaixo) manifestou o seu carinho pelo ex-presidente Lula e mandou um recado a Jair Bolsonaro, dizendo que é preciso garantir o respeito entre os dois países “para o bem dos nossos governos”.

A agenda da comitiva brasileira, chefiada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), começou pela manhã e se estendeu até o final da tarde. O primeiro encontro ocorreu na Câmara argentina, com o novo presidente da casa, Sérgio Massa, e líderes de blocos partidários.

      Parlamentares da Argentina e Brasil em Buenos Aires

Pela tarde, a delegação encontrou-se com Alberto Fernández, que apresentou o seu futuro chanceler, Felipe Solá, e nome escolhido para ser o embaixador no Brasil, Daniel Scioli, que ficou segundo lugar na disputadíssima eleição presidencial de 2015, perdendo para Maurício Macri por menos de 2% dos votos. Tanto Solá quanto Scioli foram governadores da província de Buenos Aires, a maior do país.

Deputados brasileiros com Alberto Fernández e Sergio Massa

Base do governo

Antes da primeira reunião oficial, Pimenta teve um encontro com senadores do bloco Frente para a Vitória, que dará sustentação ao governo de Alberto e Cristina Kirchner, que, na condição de vice-presidenta, segundo estabelece a Constituição, presidirá as sessões do Senado.

As senadoras Anabel Sagasti e Maria Eugenia Duré, além do senador Matias Rodríguez e do deputado do Parlasul Diego Mansilla, receberam Pimenta para um café da manhã e uma conversa sobre a conjuntura dos dois países, da região e do mundo.

Pimenta foi recebido por senadores da base do novo governo (Foto: Matheus Alves)

“Vi que temos, na bancada do PT, enorme identidade no olhar sobre a conjuntura dos companheiros da base de apoio ao governo de Alberto Fernández e Cristina Kirchner”, disse o líder petista.

“Eles têm um papel muito claro sobre a maneira pela qual devemos construir juntos uma unidade política, econômica e cultural para podermos dar conta desse novo momento de reorganização do neoliberalismo. Esse projeto busca tratar todos nós, a América do Sul, como uma grande fazenda, sem possibilidade de desenvolvermos ciência e tecnologia, indústria, de promovermos a geração de empregos e garantirmos a nossa soberania”, destacou o parlamentar.

Confira abaixo vídeos da visita.

Rogério Tomaz Jr.

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Trincheira de resistência dos movimentos sociais, Comissão de Direitos Humanos da Câmara completa 25 anos em 2020

Para celebrar os 25 anos de criação da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, a Câmara d…