Home Portal Notícias Airton Faleiro é contra mudança de categoria das reservas extrativistas

Airton Faleiro é contra mudança de categoria das reservas extrativistas

5 min read
0

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados debateu nesta quarta-feira (4), a criação de bubalinos e bovinos na reserva extrativista paraense Verde para Sempre, no município de Porto de Moz (PA).

Para o deputado petista Airton Faleiro (PA) existem dois assuntos que precisam ser tratados de maneira diferente. Um dos assuntos é a autorização ou não para a criação de búfalo e gado branco, e o outro é sobre a mudança de modalidade das reservas extrativistas.

O art.18 da Lei 9.985/00, que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (Snuc), diz que Reserva Extrativista é uma área utilizada por populações extrativistas tradicionais, cuja subsistência baseia-se no extrativismo e, complementarmente, na agricultura de subsistência e na criação de animais de pequeno porte, e tem como objetivos básicos proteger os meios de vida e a cultura dessas populações, e assegurar o uso sustentável dos recursos naturais da unidade.

Airton Faleiro diz ser a favor da alteração do art.18, porém faz uma ressalva. “Não podemos mexer na Legislação Federal apenas para a Reserva Extrativista Verde para Sempre. Ao mexermos na legislação, nós estaremos mexendo para todas as reservas extrativistas, e esse é um complicador. Eu sou defensor que se altere o art. 18, pois a criação de búfalo vem desde antes da reserva e deve continuar”. Para Faleiro a Resex Verde Para Sempre precisa ser vista num contexto geral.

A reserva, criada em 2004, é uma das maiores unidades de conservação de uso sustentável do Brasil. Localizada no município de Porto de Moz, na confluência do Rio Amazonas com o Rio Xingu, a unidade de conservação ocupa 1.288 mil hectares e abriga aproximadamente 2.230 famílias.

Mudança de Modalidade

Outro assunto tratado na audiência foi a mudança de modalidade das Reservas Extrativistas. Airton Faleiro é contra a mudança de categoria das reservas extrativistas. “Se nós entrarmos para querer mudar a categoria da reserva, vamos comprar uma briga nacional e internacional, e eu sou contra. Eu acho que mudar a categoria não é a solução”, advertiu o deputado.

De acordo com o art. 28, “são proibidas, nas unidades de conservação, quaisquer alterações, atividades ou modalidades de utilização em desacordo com os seus objetivos, o seu Plano de Manejo e seus regulamentos”.

Airton Faleiro divulgou uma nota da Fundação Viver, Produzir e Preservar do Comitê de Desenvolvimento Porto de Moz, onde a fundação é favorável a regulamentar a criação de búfalos, mas são contra, por exemplo, mexer na modalidade. “Se nós quisermos puxar essa briga nós vamos atrapalhar inclusive a outra possibilidade de nós avançarmos para a regulamentação da criação de Búfalo e Gado Branco”, afirmou o parlamentar.

 

Lorena Vale com Agência Câmara

Foto: Lula Marques

Atualizada às 12h40

 

Veja a audiência que aconteceu agora no plenário 15.

INTEGRAÇÃO NACIONAL, DESENV. REGIONAL E AMAZÔNIA – Audiência Pública

Posted by PT na Câmara on Wednesday, December 4, 2019

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PEC das Prerrogativas seguirá rito processual, com análise em comissão especial antes do Plenário

A PEC das Prerrogativas (proposta de emenda à Constituição 3/21), que trata da imunidade p…