Home Portal Notícias Manchetes 7º Mutirão: ativistas marcam ações para defender inocência de Lula

7º Mutirão: ativistas marcam ações para defender inocência de Lula

5 min read
0

Diferentes atividades fazem parte da programação nacional do 7º Mutirão que, nesta edição, vai contar com Festival Lula Livre no Triângulo Mineiro, show Triplex no Espírito Santo com a participação de sambistas, passeio de bicicleta em Recife, além de panfletagens e coleta de assinaturas para o abaixo-assinado para anular os processos contra Lula.

Leia no link abaixo o manifesto da Campanha: Lula Livre: A luta continua!

https://lulalivre.org.br/2019/11/21/lula-livre-a-luta-continua/

No 7° Mutirão Lula Livre, marcado para o 30 de novembro e 01 de dezembro, após a decisão do Tribunal Regional Federal da quarta região (TRF-4) de continuar a farsa jurídica contra Lula, os comitês em todo o país organizam atividades com o objetivo de esclarecer a sociedade brasileira sobre os abusos da Lava Jato e exigir a anulação dos processos contra ele.

Após a sentença que ampliou a pena contra o ex-presidente, o Comitê Nacional Lula Livre divulgou em nota que “a indigna decisão da corte somente pode provocar repulsa entre os defensores da democracia e do Estado de Direito. Não resta qualquer dúvida acerca do objetivo desse braço bolsonarista no sistema de justiça: impedir que o ex-presidente Lula reconquiste sua completa liberdade, com a anulação dos processos e a recuperação de seus direitos político-eleitorais”.

Diante da ofensiva da Lava Jato contra Lula, de acordo com o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, é fundamental continuar as atividades para defender a liberdade e os direitos do ex-presidente.

“Precisamos estar organizados em cada comitê nas cidades e via WhatsApp para conversar com a população sobre o que está acontecendo no Brasil. Só assim vamos conquistar liberdade e os nossos direitos”, defendeu Okamotto.

Manter as atividades é muito importante

Nos dias 7 e 8 de novembro de 2019, em decorrência de uma decisão do Supremo Tribunal Federal acerca das prisões em segunda instância, Lula finalmente pode exercer um direito que a Constituição sempre garantiu para todos os brasileiros e brasileiros: o de defender-se em liberdade, graças a presunção de inocência.

Mas a vitória é parcial, pois Lula segue vítima de intensa perseguição judicial, já tendo sido ilegal e injustamente condenado em primeira instância (em dois processos) e em segunda instância (em um processo), resultando inclusive a cassação de seus direitos políticos.

Assim sendo, os comitês decidiram que enquanto persistir esta situação, a Campanha Lula Livre segue nas ruas.

Para essa atividade foi produzido um jornal que fala sobre a continuidade da campanha. Clique no link abaixo para baixar os materiais

https://drive.google.com/drive/folders/1nrVbKBB2t9bi_FF7sdWt3RQFZO47978n

Confira no link a programação completa do 7º Mutirão

https://lulalivre.org.br/2019/11/29/ativistas-defendem-inocencia-de-lula-apos-decisao-injusta-do-trf-4/

 

Por LulaLivre.org

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro agora cita até Mussolini nas redes sociais

A escalada autoritária do presidente Jair Bolsonaro segue sem freios ou mesmo um esforço p…