Home Portal Notícias Deputado do PSL vandaliza exposição da Consciência Negra; petistas cobram providências da Casa

Deputado do PSL vandaliza exposição da Consciência Negra; petistas cobram providências da Casa

7 min read
0

Os deputados petistas Nilto Tatto (SP) e Valmir Assunção (BA) denunciaram há pouco, em plenário, a atitude racista do deputado Coronel Tadeu (PSL-SP), que danificou cartaz de uma exposição na Câmara sobre o Mês da Consciência Negra. “Não podemos permitir esta postura de um parlamentar”, protestou Assunção, pedindo providências por parte da Presidência da Casa. O vandalismo do Coronel Tadeu foi na tarde desta terça-feira (19).

“Esta Casa tem que apurar”, reforçou o deputado Tatto. Ele classificou como “barbárie”, a atitude do deputado do PSL. “É lamentável a intolerância, ele rasgou um cartaz que trazia informações sobre evento do Dia da Consciência Negra, um dia de luta no qual se denuncia o genocídio do povo negro desse País”, explicou.

Para o Nilto Tatto a atitude do Coronel Tadeu mostra o tipo de deputado que essa Casa tem. “Esse tipo de parlamentar representa aquilo que a gente vê hoje em vários cantos desse Brasil. As milícias, em parceria com o narcotráfico, parecem que estão tomando conta da vida política do País, inclusive nesta Casa”, denunciou.

Conselho de Ética

Para o deputado Rogério Correia (PT-MG) o caso é grave é merece ir para o Conselho de Ética. “Um deputado que é coronel retirar um cartaz, pratica esse ato de vandalismo dentro do Parlamento que é a Casa do povo, imagina se ele não está dando um exemplo para o mesmo ser feito nas favelas, nos morros, por outros policiais. É muito mais grave do que se pode pensar. O ato dele tem consequência e deve ir à comissão de ética sim, foi racismo e depredação do patrimônio público.

Questão de Ordem

O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) também denunciou a atitude agressiva do deputado do PSL, e em Questão de Ordem pediu a investigação do caso. “Estamos iniciando nesta semana uma pauta para reparar danos, foi muito grave o que aconteceu. Por isso, é necessário que a Câmara investigue e certifique se ocorreu um crime de racismo, pois não podemos aceitar uma atitude como essa na área interna desta Casa”, afirmou.

Racismo

O deputado Valmir Assunção também se indignou com a defesa que o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) fez do ato de “vandalismo” do deputado Coronel Tadeu. “O que ele fez aqui neste dia foi uma apologia ao crime. Foi crime de racismo e tem que ser punido, ele chamou de negrinhos, de bandidinhos, disse que negro morre mais porque mata mais, porque rouba mais. Isso é inadmissível”, protestou.

A deputado Maria do Rosário (PT-RS) também reagiu à atitude do Coronel Tadeu que rasgou o cartaz e se indignou com a defesa do deputado que o defendeu. “Fica aqui o meu protesto veemente com o que aconteceu aqui hoje. A Câmara faz uma exposição para homenagear os negros e negras deste País. Quem é o Coronel Tadeu, um censor da Câmara? Que ele seja cassado como os racistas. Quem é contra a Constituição é contra o Brasil. Fica aqui a minha indignação ao ver fascistas despreparados atacar mulheres e negros nesta Casa”.

Os deputados petistas Carlos Zarattini (SP), João Daniel (SE), Alencar Santana Braga (SP), Helder Salomão (ES), Joseildo Ramos (BA), Célio Moura (TO), Frei Anastácio (PB) e Henrique Fontana (RS) também protestaram pelo que eles consideraram ser um ato de ódio e um crime de racismo e pedem apuração e punição.

Veja o vídeo do deputado que rasga a placa:

 

Vânia Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

João Daniel se reúne com representantes do Sindijor e Sterts sobre a MP 905

O deputado João Daniel (PT-SE) se reuniu na tarde desta quinta-feira (5) com a Diretoria d…