Home Portal Notícias Após encontro em Curitiba, Gleisi reafirma direito de liberdade de Lula

Após encontro em Curitiba, Gleisi reafirma direito de liberdade de Lula

4 min read
0

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de desautorizar a prisão em segunda instância, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está mais próximo de sua merecida liberdade. Nesta sexta-feira (8), o advogado Cristiano Zanin Martins já entrou com o alvará de soltura de Lula. A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirma que a expectativa é que a decisão saia o quanto antes:

“Esperamos que ele deixe a prisão ainda hoje, é o direito de justiça dele. Depende do juiz, por isso o doutor Cristiano Zanin já foi para lá, e já apresentou a petição. A gente espera que seja o mais rápido possível”, afirmou em coletiva de imprensa na saída da Polícia Federal em Curitiba.

De acordo com Gleisi, Lula está tranquilo quanto à soltura e continua confiante na sua inocência: “Acabamos de conversar com o presidente, o doutor Cristiano já deu à vocês os procedimentos jurídicos a serem tomados. Primeiro dizer que ele está muito tranquilo, muito sereno, não está com pressa e está com a consciência dos inocentes. Nós que estamos com pressa, queremos que ele saia hoje. Portanto, estamos buscando que a decisão do STF se concretize”.

Agradecimento à Vigília

Durante todo a sua prisão política, Lula esteve sempre acompanhado pela Vigília Lula Livre. Símbolo de resistência e luta, a Vigília nunca deixou de acreditar na liberdade do ex-presidente, que vai agradecer a cada um dos militantes: “A primeira coisa que o presidente Lula irá fazer é ir na Vigília, abraçar e agradecer as pessoas que estão lá há 580 dias sem deixá-lo sozinho. Ele acha isso muito significativo e importante”.

Depois desse encontro, a presidenta disse que Lula seguirá para o ABC, onde iniciou sua luta política: “Depois, ele segue para São Paulo e vai entrar de novo na sua vida pública pela porta de onde ele saiu, no Sindicato dos Metalúrgicos. Vai encontrar amigos e a militância e conversar com todos”

Questionada sobre os planos futuros para a vida pública do ex-presidente, Gleisi reforçou que a prioridade atual é a soltura: “Lula tem dado várias entrevistas e já se posicionado sobre o que está se passando no Brasil. Nós não discutimos nenhuma agenda dele depois de ir ao sindicato. Isso será feito posteriormente”.

Da Agência PT de Notícias

Foto: Ricardo Stuckert

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Pimenta desafia família Bolsonaro a apoiar quebra de sigilo bancário de Queiroz

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), desafiou hoje (11) toda a família Bolsonaro –…