Home Portal Notícias Manchetes Fontana alerta que Queiroz está na ativa, vaza áudios, coordena milicianos, e Moro fica calado

Fontana alerta que Queiroz está na ativa, vaza áudios, coordena milicianos, e Moro fica calado

5 min read
0

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) afirmou na tribuna da Câmara, nesta terça-feira (29) que o vídeo do leão e das hienas, divulgado nas redes sociais do Bolsonaro, é uma cortina de fumaça para deslocar a atenção pública para um fato muito mais importante: “o escândalo de Fabrício Queiroz e as relações da família presidencial com as milícias e com crimes de peculato”. Fontana lembrou que o Coaf revelou que os assessores de Flávio Bolsonaro passaram para a conta de Fabrício Queiroz R$ 1,233 milhão em um ano e que nos 2 anos anteriores, este valor subiu ainda mais para R$ 5,8 milhões.

Fontana relembrou ainda que Queiroz depositou dinheiro na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro. “Segundo o presidente Bolsonaro, teria sido um empréstimo que ele fez e que Fabrício Queiroz estaria devolvendo. Um homem que movimenta R$ 5,8 milhões, em 3 anos, é difícil imaginar que precisasse de um empréstimo de R$ 40 mil do presidente da República”, ironizou.

Agora, enfatizou Fontana, o Fabrício Queiroz voltou. “Ele andava sumido, mas voltou através de áudios. Áudios estão sendo vazados, aliás, ironicamente, eu não vejo o ministro Sérgio Moro (Justiça) preocupado em investigar de onde estão vazando esses áudios, parece que é perigoso mexer nas questões que envolvem Fabrício Queiroz”, provocou.

Em um desses áudios, citou o deputado do PT gaúcho, Fabrício Queiroz disse: “é o que eu falo, o cara lá está hiperprotegido”. Fontana disse que imagina que o “cara” seja Bolsonaro e Flávio Bolsonaro. E continua reproduzindo a fala de Queiroz: “Eu não vejo ninguém mover nada para tentar me ajudar aí, ver e tal, é só porrada. O Ministério Público do Rio está com uma pica do tamanho de um cometa para enterrar na gente. Não vi ninguém agir.” Para Fontana, o áudio é uma espécie de grito de socorro “do esquema mafioso de Queiroz com a família Bolsonaro”.

Na avaliação do deputado Fontana, é o próprio Queiroz que está vazando os vídeos, “porque, de fato, está ficando cada vez mais insustentável a falta de investigação sobre o esquema Queiroz”.

O deputado repete a pergunta que tem sido feita milhares de vezes por parlamentares de Oposição ao longo deste ano: “Onde está Queiroz? De onde vieram esses R$ 5 milhões que circularam na conta de Queiroz? Por que Queiroz não fala, não dá entrevistas? Por que o Ministério Público não acelera as investigações? E onde está Sérgio Moro, que não diz uma palavra sobre Queiroz?”

Vânia Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Crescimento de violações aos direitos humanos é destaque em sessão solene na Câmara

Representantes da sociedade civil e do Ministério Público lamentaram, nesta sexta-feira (6…