Home Portal Notícias Causa do aumento da pobreza no Brasil tem nome e sobrenome: Jair Bolsonaro, afirmam petistas

Causa do aumento da pobreza no Brasil tem nome e sobrenome: Jair Bolsonaro, afirmam petistas

6 min read
0

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), usou sua conta no twitter para ironizar a política do governo Jair Bolsonaro (PSL), que privilegia os ricos, e deixa o Brasil bater o recorde da desigualdade econômica, conforme divulgado pela pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nessa quarta-feira (16). Os estudos demonstram que o rendimento total dos 10% mais ricos é superior à soma dos 80% mais pobres. “E os liberais dizendo que o problema é a Previdência de quem ganha 1.600 reais por mês”, criticou o deputado petista.

Parlamentares da bancada também criticaram os resultados da atual situação econômica brasileira, relembrando que nos governos Lula e Dilma, o Brasil teve a redução da pobreza, enquanto no governo de Jair Bolsonaro os mais pobres só perdem direitos.

Segundo o deputado Henrique Fontana (PT-RS), a desvalorização do programa Bolsa Família criado pelo ex-presidente Lula está relacionado com o desequilíbrio econômico provocado pelo governo de Bolsonaro, que prejudica a população. “O povo não para de sofrer os impactos do desgoverno de Bolsonaro. Pesquisa do IBGE mostra que a diferença entre os ganhos obtidos pelo 1% mais rico e dos 50% mais pobres no ano passado é recorde. O aumento da desigualdade coincidiu com a queda no atendimento do Bolsa Família”, exemplificou Fontana.

Os deputados Alencar Santana (PT-SP) e Luizianne Lins (PT-CE) mencionaram em suas redes sociais a diferença que os governos de Lula e Dilma Rousseff fizeram para reduzir a pobreza no País. “Quando Lula governou, o Brasil saiu do mapa da fome, milhões de pessoas venceram a miséria e as desigualdades diminuíram. Agora, somos destaque pela volta da fome e aumento da concentração de renda”, disse Alencar.  Já Luizianne fez uma crítica ao atual governo. “Desigualdade de renda bate recorde! Pobre fica mais pobre e rico fica mais rico! Saudade da era Lula e Dilma”, enfatizou.

A pesquisa comprovou a desigualdade do governo Bolsonaro, criticada pelos deputados Nilto Tatto (PT-SP) e Benedita da Silva (PT-RJ). “Não é apenas ‘diferença’, mas um ‘abismo’ social, que os governos do PT no Brasil se dispuseram a combater. Agora com os dados do IBGE, fica claro para quem Bolsonaro governa. Só não vê quem não quer”, observou Nilto Tatto. Na mesma linha, Benedita argumentou: “Brasil 2019: Quem menos tem é quem mais precisa. O povo brasileiro foi expulso do orçamento e das políticas sociais do governo Bolsonaro”, escreveu a deputada.

Os deputados Padre João (PT-MG), Erika Kokay (PT-DF), Pedro Uczai (PT-SC), Paulo Teixeira (PT-SP), Bohn Gass (PT-RS), Rogério Correia (PT-MG) e José Guimarães (PT-CE) também se manifestaram no twitter. Todos são unânimes em afirmar que o aumento da pobreza no País tem nome e sobrenome: Jair Bolsonaro.

Pobreza diminuiu nos governos Lula e Dilma

Dados divulgados em 2014 pela a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura Familiar (FAO) revelaram que o Brasil saiu do “Mapa da Fome” nos governos Lula e Dilma. Nos anos de 2002 e 2012, o País reduziu em 82% a população em situação de subalimentação.

O Bolsa Família, instituído pelo governo Lula em outubro de 2003, unificou e ampliou iniciativas de transferência de renda no País. O programa possibilitou que 36 milhões de famílias saíssem da condição de miséria. A pesquisa do Instituto de Pesquisa Aplicada (IPEA) divulgada em 2019 mostrou que o programa Bolsa Família é a transferência pública que mais alcança a população pobre no Brasil, uma vez que cerca de 70% dos recursos do programa alcançaram os 20% mais pobres, reduzindo a pobreza em 15% e a extrema pobreza em 25%.

 

Tuanny Carvalho

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bancada do PT apresenta projeto de lei para ampliar alcance do Bolsa Família

Diante do agravamento da crise social no Brasil, com aumento do desemprego e da pobreza ge…