Home Portal Notícias Projeto aprovado em comissão fideliza Correios como prestadora de serviço em órgãos públicos

Projeto aprovado em comissão fideliza Correios como prestadora de serviço em órgãos públicos

4 min read
0

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (16), projeto de lei (PL 6385/16), de autoria do deputado André Figueiredo (PDT-CE), e que tem como apensado o PL 7638/17, de autoria de integrantes da Bancada do PT, o qual fideliza os Correios como empresa prestadora de serviço postal em órgãos públicos. A normativa fortalecerá a empresa que segue na resistência contra a atual política do governo Jair Bolsonaro de entregar o patrimônio público à iniciativa privada.

Um dos autores do projeto, o coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Correios, Leonardo Monteiro (PT-MG) comemorou a aprovação do PL e defendeu os Correios como empresa pública. Para o parlamentar, os exemplos de privatizações no Brasil e no estado de Minas Gerais são falaciosos, e esse projeto aprovado hoje é uma grande contribuição em defesa da soberania nacional e de uma empresa criada ainda na época do Império. “Esse PL fortalece os Correios para mantê-lo como empresa pública que beneficia toda a população na integração nacional. A população de Novo Oriente de Minas, de Divino das Laranjeiras, de municípios pequenos e grandes capitais precisam continuar recebendo atendimento”, afirmou.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) lembrou que os fatos comprovam que os Correios não são deficitários e lembrou das pesquisas, inclusive internacionais, que apontam a empresa como uma das melhores no que diz respeito sobre o tempo de entrega dos produtores. “Alguns municípios não dão lucro, e eu pergunto: quem irá arcar com este prejuízo? Garanto que não é uma empresa privada. Portanto, em nome da defesa desta empresa, que possui mais de 300 anos e é fundamental para o Brasil, votamos a favor deste projeto, porque nos baseamos em fatos”, defendeu.

Para o deputado Carlos Veras (PT-PE), os membros da CTASP fizeram um trabalho de justiça. “Hoje, sim, essa comissão faz justiça aos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios. E faz justiça a todos aqueles que lutam pela soberania nacional, valorizando os funcionários públicos, os Correios e por aqueles que lutam diariamente para mantar essa empresa funcionando e atendendo as populações das zonas rurais, das periferias do Brasil”, ressaltou.

Assessoria de Comunicação

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Brumadinho completa 1 ano sem penalizar os responsáveis pelo crime

A tragédia criminosa da queda da barragem em Brumadinho (MG) completa um ano neste sábado …