Home Portal Notícias Política entreguista de Bolsonaro para o pré-sal será revista por governos de esquerda, anuncia Pimenta

Política entreguista de Bolsonaro para o pré-sal será revista por governos de esquerda, anuncia Pimenta

5 min read
0

­­O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), anunciou hoje (10) que numa eventual volta da esquerda ao governo brasileiro as políticas entreguistas que o governo Jair Bolsonaro tem implementado para favorecer empresas petrolíferas estrangeiras na exploração do pré-sal serão revistas, já que ferem a soberania e os interesses nacionais. “O pré-sal é um patrimônio do povo brasileiro, por isso quando voltarmos ao governo, temos o compromisso de rever tudo que está sendo feito pelo governo Bolsonaro”, adiantou o líder. “É um aviso aos oportunistas que estão levando o nosso pré-sal a preço de banana!”

O alerta do líder petista às empresas estrangeiras que estão se aproveitando das benesses do atual governo foi feito a propósito do megaleilão de petróleo do pré-sal da cessão onerosa, na Bacia de Santos, marcado para o dia 6 de novembro. A estimativa de extração do bloco a ser licitado é de 15 bilhões de barris de óleo equivalente. Pela cotação do barril no mercado internacional nesta quinta-feira (10), o total a ser extraído seria de US$ 885 bilhões, o equivalente à dívida pública brasileira.

Destruição criminosa

“Qualquer projeto político que realmente tenha compromisso com o povo brasileiro tem a obrigação revogar a destruição criminosa que Bolsonaro está promovendo, sobretudo no setor energético!”, comentou o parlamentar.

Pimenta lembrou que o custo de extração de petróleo na área do pré-sal é baixíssimo (US$ 7), o que torna a área uma das mais rentáveis – e produtivas – do planeta. “É um absurdo, é inaceitável o que o governo está fazendo”, disse o líder. Segundo ele, é preciso “lutar e resistir contra o ataque aos interesses nacionais”.

O pré-sal foi descoberto em 2006, graças à tecnologia da Petrobras e à ousadia do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que decidiu apostar na exploração do petróleo para impulsionar o desenvolvimento nacional. “O pré-sal era a grande oportunidade para conquistarmos definitivamente nossa soberania e independência tecnológica, abrindo caminho para investimentos maciços na educação, saúde e infraestrutura”, disse Paulo Pimenta.

Porém, conforme ponderou Pimenta, com o governo atual, “entreguista e subalterno aos interesses estrangeiros”, todos os avanços estão sendo jogados por terra. Pimenta lembrou que todos os ativos estratégicos da Petrobras, construídos ao longo de 66 anos da empresa, estão sendo desmantelados ou vendidos a estrangeiros. Se for consolidada a proposta da atual direção da empresa, o Nordeste, por exemplo, só terá presença da Petrobras no Rio Grande do Norte, alertou o líder do PT.

Assista:

ASSISTA E COMPARTILHE

COMO SERIA O BRASIL SEM A PETROBRASO governo Bolsonaro está vendendo todos os ativos da Petrobras e entregando o pré-sal a preço de banana para multinacionais do petróleo.Assista e entenda mais.

Posted by Paulo Pimenta on Thursday, 10 October 2019

Leia mais:
Câmara aprova divisão de recursos do pré-sal; PT vota a favor mas critica entrega da exploração para multinacionais

PT na Câmara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bulletin 610 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy

Bulletin 610 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy Straight from Curitiba …