Home Portal Notícias Petistas destacam importância da prevenção ao câncer, no lançamento do Outubro Rosa

Petistas destacam importância da prevenção ao câncer, no lançamento do Outubro Rosa

5 min read
0

As deputadas Professora Rosa Neide (PT-MT), Rejane Dias (PT-PI), Maria do Rosário (PT-RS) e Benedita da Silva (PT-RJ) participaram, nesta terça-feira (1º), do lançamento da campanha Outubro Rosa contra o câncer de mama, quem se ama, se cuida, que aconteceu na Câmara dos Deputados. As parlamentares destacaram a importância da campanha para prevenção e tratamento da doença considerada uma das principais causadoras de morte entre as mulheres. As deputadas também alertaram à necessidade de ampliação de recursos públicos que possam ajudar a prevenir o surgimento da doença.

“O mês de outubro foi escolhido para que as campanhas públicas possam ficar cada vez mais forte e todas nós possamos ter consciência do que significa prevenir, e assim, a gente possa dar condições para que as mulheres ribeirinhas, da cidade, das aldeias tenham acesso a exames, e possam chegar em tempo para que a vida não seja ceifada por falta de atendimento”, observou a deputada Rosa Neide.

Foto: Gustavo Bezerra

A deputada Rejane Dias destacou a importância dessa campanha mundial de conscientização sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. “Estamos aqui num esforço conjunto e concentrado na Câmara, para que possamos usar nossas vozes para chamar a atenção das mulheres à questão da prevenção. Em 95% dos casos das mulheres que são acometidas de câncer, a morte poderia ter sido evitada”, informou a deputada, ao se valer dos dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), que revela esse percentual (95%) de chance de cura quando o câncer de mama é descoberto no início.

Em seu discurso, Maria do Rosário questionou sobre o tempo estipulado para liberação do diagnóstico e início do tratamento. “São 30 dias para que o diagnóstico seja liberado, e após o diagnóstico, 60 dias para o início do tratamento. Então, eu pergunto às mulheres se esse é um tempo razoável? Seria melhor se o tempo fosse menor, porque quem tem suspeita de câncer tem muita pressa e é uma pressa de viver”, observou a deputada, que ainda ponderou sobre a necessidade de se garantir que as pessoas tenham acesso ao diagnóstico, ao tratamento, o mais rápido possível.

A deputada Benedita da Silva falou da dificuldade de se enfrentar doença como o câncer. “Essa é uma campanha na qual eu tenho me envolvido muito. Já perdi quatro irmãs com câncer. Ainda este ano, perdi uma sobrinha com câncer e já perdi dois irmãos com câncer. Agora estou com dois sobrinhos com câncer. Situação muito difícil. Eu vejo esta Casa, neste dia levantar essa campanha que toca profundamente os nossos corações”, destacou Benedita, que ainda fez questão de frisar que muitas mulheres são acometidas dessa doença por não ter informações, ou por não ter cobertura necessária ou um serviço público que possa atendê-las.

Benildes Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Crescimento de violações aos direitos humanos é destaque em sessão solene na Câmara

Representantes da sociedade civil e do Ministério Público lamentaram, nesta sexta-feira (6…